EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / consumo

INSS: Mais de 152 mil beneficiários têm até sexta-feira para verificar inconsistências; benefício pode ser suspenso

Pagamento de benefícios ficará suspenso até regularização — que deve ser feita em até 60 dias após a suspensão, ou o benefício será cortado de vez

idoso
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Mais de 152 mil pessoas que recebem auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez foram convocadas para revisão de benefícios por incapacidade do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e o prazo para o agendamento se encerra na sexta-feira (4). 

De acordo com o INSS, os convocados não foram encontrados por inconsistências no endereço ou receberam a carta, mas não agendaram a perícia no prazo determinado. Essas pessoas têm até 4 de maio para agendar a perícia no telefone 135. Se não agendarem, o pagamento do benefício ficará suspenso até regularização — que deve ser feita em até 60 dias após a suspensão, ou o benefício será cortado de vez.

Quer investir em fundos imobiliários e Tesouro Direto com TAXA ZERO? Clique aqui e abra uma conta na Rico 

Contato