Em minhas-financas / consumo

Meirelles analisa aumentar limite de free shops para US$ 900

Empresas administradoras de aeroporto fizeram o pedido ao ministro nesta quarta-feira

Duty Free
(Divulgação)

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, prometeu analisar a solicitação de empresas administradoras de aeroportos para aumentar o limite de compras em free shops para US$ 900. Atualmente, cada passageiro pode comprar até US$ 500 nas lojas livres de impostos.

De acordo com o presidente da Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos (Aneaa), Jorge de Moraes Jardim Filho, o aumento no limite corresponde a uma correção pela inflação dos EUA, já que há 26 anos esse valor não sofre alterações. Ele acrescenta que países do Mercosul já aplicaram aumentos nos limites.

O documento entregue pela entidade, junto à Associação Nacional de Concessionárias de Aeroportos Brasileiros (Ancab), estima a criação de 3 mil novos empregos no setor. Também estima queda brusca no poder de compra desde o último reajuste, em 1991. Antes, era possível adquirir 25 itens mais vendidos com o valor limite – agora, esse número caiu para 12 produtos.

Além disso, as empresas argumentam que houve queda brusca na participação das lojas francas nas compras de brasileiros no exterior, de 3,4% para 1,8%, nos últimos 10 anos. Isso significa, de acordo com a associação, "perda dos benefícios gerados para o País em termos de retenção de divisas, geração de emprego e arrecadação de impostos e contribuições".

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

 

Contato