Em minhas-financas / consumo

Ferrari de série inédita de 1959 pode ser leiloada por R$ 54 milhões; confira imagens

Caso seja vendida pelo valor máximo estipulado pela Sotheby’s, a Ferrari entrará para a lista dos 20 carros mais caros jé vendidos em leilão

Ferrari 250 GT LWB California Spider Competizione by Scaglietti
(Diana Varga/RM Sotheby's)

SÃO PAULO – Uma Ferrari de uma série exclusiva que teve somente oito unidades produzidas, em 1959, será leiloada pela RM Sotheby’s e, segundo estimativa da leiloeira, deve ser arrebatada por um preço entre US$ 14 milhões e US$ 17 milhões - cerca de R$ 45 milhões e R$ 54,9 milhões de acordo com a cotação do dólar desta segunda-feira (27).

Caso seja vendida pelo valor máximo estipulado pela Sotheby’s, a Ferrari entrará para a lista dos 20 carros mais caros jé vendidos em leilão. Ela é liderada também por uma Ferrari, a 250 GTO de 1962, que foi comprada por R$ 38,5 milhões.

O modelo em questão é a Ferrari 250 GT LWB California Spider Competizione by Scaglietti, produzida com uma carroceria de alumínio especialmente para competições: ela conta com um motor de 626 cavalos de potência e correu nas 24 horas de Le Mans, uma das mais famosas corridas automobilísticas do mundo, pouco depois de sair da fábrica, ainda sem pintura concluída.

Quem a dirigiu na corrida foi o motorista Bob Grossman, também seu proprietário. Ela posteriormente recebeu a pintura e continuou em corridas com Grossman até agosto de 1960, quando foi vendida.

Na década de 1980, ela ainda passou por uma restauração – e depois saiu como vencedora do concurso Pebble Beach em 1983.

Confira imagens da Ferrari a seguir:


Diana Varga/RM Sotheby's


Diana Varga/RM Sotheby's


Diana Varga/RM Sotheby's


Diana Varga/RM Sotheby's


Diana Varga/RM Sotheby's


Diana Varga/RM Sotheby's


Diana Varga/RM Sotheby's

 

Contato