Em minhas-financas / consumo

Porsche anuncia terceira geração do Caeyenne, mais leve e com recursos do Panamera

Segundo a montadora, tanto no design quanto no desempenho de direção, o carro ficou "mais atlético"

Cayenne 2019
(Porsche/Divulgação)

SÃO PAULO – A Porsche apresentou nesta terça-feira (29) a terceira geração dos modelos Cayenne e Cayenne S, ambos os responsáveis por alavancar as vendas da montadoras desde os últimos anos. Eles serão lançados oficialmente durante o Salão de Frankfurt, que acontece na segunda quinzena de setembro.

Segundo a montadora, tanto no design quanto no desempenho de direção, o carro ficou “mais atlético” por conta de desenvolvimentos em estilo e engenharia.

Algumas dessas novidades foram trazidas do novo Porsche Panamera, lançado ainda neste ano – uma delas, por exemplo, é o eixo traseiro dinâmico, que permite que as rodas traseiras virem para a direção contrária às dianteiras em velocidades mais baixas.

O Cayenne é lançado com um motor 3,0 de 6 cilindros e câmbio automático de oito marchas, capaz de alcançar uma potência de 345 cavalos. Ele é capaz de atingir uma velocidade máxima de 245 km/h e de empurrar o modelo de 0 a 100 km em 6,2 segundos. O Porsche Cayenne S, por sua vez, conta com motor V6 de 2,9 litros biturbo, capaz de alcançar uma potência ainda maior que o anterior, de 446 cavalos. Sua velocidade máxima é de 265 km/h e ele alcança os 100 km/h em apenas 5,2 segundos.

Um destaque dos carros é a redução de seu peso, possível pela transição para o exterior de alumínio – tal como ocorrido no Panamera e 911. Isso fez com que ele ficasse 55 quilos mais leve, pesando um total de 1.985 kg.

As encomendas dos modelos já estão abertas na Alemanha por preços que partem de 74.828 euros – valor equivalente a, de acordo com a cotação desta quarta-feira (30), R$ 283,6 mil –, valor cobrado pelo Cayenne. O Cayenne S custará a partir de 91.964 euros (cerca de R$ 348.5 mil).

Confira a seguir imagens dos novos modelos:

 

 

Contato