Em minhas-financas / consumo

Lote do medicamento Nimesulida é interditado pela Anvisa após reprovar em testes

A resolução da Agência afirma que a medida foi preventiva após o produto ter sido reprovado em dois testes de qualidade

Antibióticos
(Yoottana Tiyaworanan)

SÃO PAULO – No início desta semana, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) interditou o lote B16K 1609 da Nimesulida 50mg/ml fabricada pelo laboratório Brainfarma Química e Farmacêutica.

A resolução da Agência, publicada no Diário Oficial da União na última segunda-feira (14), afirma que a medida foi preventiva após o produto ter sido reprovado em dois testes de qualidade.

O Instituto Adolfo Lutz, responsável por avaliar o teste de teor de princípio ativo, encontrou irregularidades na concentração do medicamento, problema que pode “afetar o tratamento do paciente”. Outra irregularidade foi encontrada no teste de gotejamento, que mede a quantidade de gotas que devem ser utilizadas para atingir a dose recomendada do medicamento.

Por ser preventiva, a interdição tem validade de 90 dias, período em que o lote não pode ser utilizado ou comercializado. Após este período, será feita uma contraprova para confirmar ou descartar o resultado.

A Anvisa informa que os demais lotes da Nimesulida do laboratório e de outros fabricantes estão liberados.

 

Contato