Em minhas-financas / consumo

Anvisa suspende 13 lotes de marca de anticoncepcional

Fabricante informa que eficácia do contraceptivo não foi comprometida

medicamentos
(jarmoluk/Pixabay)

 SÃO PAULO – A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou a suspensão da distribuição, venda e uso de 13 lotes do anticoncepcional Gynera (gestodeno + etinilestradiol). Os lotes dos contraceptivos fabricados pela Bayer apresentaram resultados que não atendem à legislação sanitária vigente.

 Além da suspensão dos lotes da Gynera, a Anvisa determinou que a empresa promova o recolhimento do estoque existente no mercado. Fabricante informa que eficácia do contraceptivo não foi comprometida. 

 Veja os lotes suspensos:

Lote Validade
BS01EN6 - BS01F2J - BS01F4A - BS01F2H 04/12/2017
BS01FJH - BS01FSK - BS01G1CC 28/06/2018
BS01G1D - BS01GJS - BS01GR4 25/08/2018
BS01GSS 26/10/2018
BS01H6F 26/04/2018

Em nota, a Bayer afirma que, embora tenha ocorrido mudança do estudo de estabilidade do medicamento, "a eficácia e a segurança do contraceptivo não foram comprometidas. As concentrações dos hormônios no Gynera são suficientes para garantir a manutenção dos padrões de eficácia contraceptiva esperados pelo método".

Além disso, a empresa afirma que "as usuárias devem continuar a utilização do Gynera até orientação médica". O anticoncepcional Gynera é comercializado no Brasil desde 1989.

 

Contato