Em minhas-financas / consumo

Mais um frigorífico envolvido na Carne Fraca terá que recolher produtos do mercado

Empresa pode pagar multa de R$ 9 milhões

Carne
(Shutterstock)

 SÃO PAULO – Após determinar o recall de produtos de três frigoríficos envolvidos na operação Carne Fraca na quinta-feira (23), a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) pede o recolhimento das carnes e derivados do quarto frigorífico. O estabelecimento pertence à Peccin e está localizado em Jaraguá do Sul (SC).

 Segundo o Ministério da Agricultura, “o estabelecimento não detém controle dos processos relacionados a controle de matéria-prima, formulação e rastreabilidade de seus produtos”, o que é considerado indicativo de risco à saúde.

 Caso seja confirmado o risco à saúde e à segurança do consumidor e a empresa não inicie o recall, ou demore a iniciá-lo, podem ser aplicadas sanções, incluindo multa de até R$ 9 milhões. 

 É o segundo frigorífico da Peccin que recebe a determinação da Senacon de recolher seus produtos, os outros dois pertencem à Transmeat e à Souza Ramos. Em nota divulgada na sexta-feira (24), a Senacon informou que os frigoríficos tinham o prazo de cincos dias para realizar o recall e reembolsar os consumidores.

 

Contato