Em minhas-financas / consumo

Recalls batem recorde com 9,6 milhões de produtos com falhas

Veículos e motocicletas lideram campanhas ocorridas no ano passado

Carros
(Shutterstock)

 SÃO PAULO – O número de recalls realizados no ano passado foi o maior da história, com mais de 9,6 milhões de produtos com falhas, segundo o Ministério da Justiça. Foram 138 campanhas de 43 diferentes empresas. Os automóveis mantiveram a maior participação, com 76,08% do total, seguidos das motocicletas, com 7,25%.

 A lista ainda contém produtos eletrônicos, alimentos, cadeiras plásticas, bicicletas, caminhões, acessórios automotivos, equipamentos náuticos, peças mecânicas e produtos de limpeza.

 As lesões e os ferimentos apareceram em 90% do total dos riscos apresentados pelos produtos com falhas. Em seguida aparecem efeitos adversos à saúde, queimaduras e quedas.

 Entre as campanhas de recalls de 2016, houve um chamamento grande envolvendo os airbags fabricados pela empresa japonesa Takata. O caso é mundialmente considerado o maior recall da história e no Brasil, até agora, foram 40 campanhas desses produtos. Até o fim de 2016, os recalls de airbags da Takata englobaram 2,5 milhões de carros, de 13 diferentes marcas, sendo que 415 mil consumidores foram atendidos até dezembro do ano passado.

 

Contato