Em minhas-financas / consumo

Black Friday começa com sites caindo, maquiagem nos preços e promoções confusas

Entre as 18h de quinta e 1h30 da manhã desta sexta, o site ReclameAqui recebeu mais de 800 reclamações. Veja nossa experiência nos principais sites participantes

Black friday 2014
(Divulgação/Buscapé)

SÃO PAULO - Começou às 00h00 desta sexta-feira (28) a Black Friday e o InfoMoney acompanhou como foi o início do evento de ofertas.

A diferença esse ano é de que o monitoramento foi realizado pelo smartphone, uma vez que especialistas do setor de varejo acreditam que o acesso por dispositivos móveis deve crescer nesta edição.

Já as páginas visitadas foram da Saraiva, Submarino, Magazine Luiza, Extra, PontoFrio, Amazon, Mercado Livre, Americanas.com e Buscapé.

Até às 2h uma boa parte dos sites estavam estáveis. O Buscapé, o Mercado Livre, Amazon e o Magazine Luiza não apresentaram problemas de conexão ou para encontrar os produtos em promoção, tanto que o segundo site tem uma área específica que indica quais são os itens que fazem parte do evento.

A Americanas.com e o Submarino apresentaram o mesmo tipo de problemas: difícil navegação. O banner do Black Friday de ambos os sites não levavam para nenhuma página específica do evento e não tinha como saber quais produtos faziam parte da ação; faltou colocar um selo indicando.

Além disso, as páginas apresentavam a opção de escolher descontos de 20%, 40%, 60% ou 80% que também não levavam para lugar algum.

O Extra e o PontoFrio estavam com os banners do Black Friday funcionando, mas levava somente para algumas páginas de produtos, com games ou acessórios, mas ficava difícil de encontrar outros itens.

A pior experiência até agora foi a da Saraiva: a página não carregou por completo, ficando desconfigurada; o cronômetro de contagem regressiva estava errado; não foi possível conferir os produtos em promoção.

Maquiagem de preços, sites caindo e chuva de reclamações
Já na noite da quinta-feira os problemas começaram a aparecer. Entre as 18h de quinta e 1h30 da manhã desta sexta, o site ReclameAqui recebeu mais de 800 reclamações. O ranking dos sites mais reclamados é liderado pelo Submarino, que no mesmo período recebeu 228 queixas de consumidores - o equivalente a uma semana de reclamações que a empresa recebe normalmente. 

Em segundo lugar está a Americanas.com, com 173 reclamações, mais de 4 vezes a média diária de reclamações da empresa. Os dois sites estão apresentando problemas de acesso, com filas para entrar e sumiço de produtos no momento de finalizar a compra. Em terceiro lugar, está a Saraiva, com 112 reclamações, seguida pelo Extra.com.br, com 33 reclamações e a loja virtual NetShoes, com 28 reclamações. 

Os principais motivos de queixa dos consumidores são maquiagem de preços, dificuldade no acesso aos sites e problemas no pagamento, incluindo a rejeição a cupons de desconto e a ausência de opções de pagamento, como boletos bancários. Algumas empresas tiveram falta de produtos em estoque já nas duas primeiras horas da promoção. 

 

Contato