EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / consorcios

Planeje-se e pague em dia que você não será excluído do consórcio

Ao contrário do que muitos imaginam, muitos participantes acabam excluídos por não pagar em dia as prestações

executivos em reunião
(Getty Images)

SÃO PAULO - Ninguém que decide participar de um consórcio tem como objetivo ser excluído. Mas, infelizmente, esta é uma realidade que não pode ser ignorada. Afinal, boa parte das pessoas que optam pelo consórcio o fazem porque não acreditam que serão capazes de poupar regularmente de forma a juntar o suficiente para a compra de um determinado bem.

Na prática, pode-se dizer que muitos dos participantes de consórcio não acreditam na sua capacidade de planejamento. Porém, é exatamente esta característica que pode culminar com a expulsão do participante do grupo.

Falta de planejamento é maior risco
Como? Simples. Um participante só é excluído quando não paga as prestações em dia. E isso, em geral, acontece entre aqueles que, ao decidirem participar do grupo, deixaram de avaliar com calma o peso da prestação no seu orçamento mensal. Em geral, isso acontece porque as pessoas têm a falsa impressão de que, por não cobrar juros, o risco de inadimplência nos consórcios é muito baixo. Mas isso não passa de mito. 

Assim, a melhor forma de evitar a exclusão é planejar a sua participação no consórcio. Caso a prestação supere 30% da sua renda, avalie se não vale a pena participar de um grupo cujo bem seja mais barato. Isso automaticamente reduz a prestação e lhe dá mais folga para novos aumentos.

Nunca atrase as prestações
Se você ainda não foi contemplado e atrasar mais de uma prestação, poderá ser excluído do grupo conforme estiver estabelecido no contrato.

Caso já esteja na posse do bem e o atraso for superior a 30 dias, a administradora poderá executar as garantias fornecidas pelo consorciado (geralmente o próprio bem), além de cobrar a multa e os juros.

Não deixe isso acontecer. Caso perceba que corre o risco de atrasar, entre em contato com a administradora, tente mudar o bem alvo do seu contrato para outro de menor valor ou simplesmente identifique alguém interessado em substituí-lo.

Contato