Descubra

Como lidar com as finanças aos 20, 30 e 40 anos

Veja as orientações de como administrar suas finanças em diferentes fases da sua vida

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Quando se trata de administrar o dinheiro algumas atitudes são fundamentais, não importa sua idade ou fase da vida que esteja. A consultora financeira e CEO da LearnVest, Alexa von Tobel, explica ao Business Insider não ter dívidas no cartão de crédito, criar um fundo de emergência, e poupar para a aposentadoria são atitudes importantes para ter uma base financeira sólida.

Há alguns objetivos e considerações que mudam conforme vamos envelhecendo e amadurecendo. Assim, a especialista explica como administrar sua vida financeira melhor em diferentes fases da sua vida.

Aos 20 – Começando sua vida financeira

Aprenda a investir na bolsa

Saiba quanto dinheiro você tem

Segundo Alexa, é importante entender que desde agora você deve monitorar suas finanças e antes que você possa enfrentar qualquer operação financeira, você precisa saber com quanto você está começando. Primeiro de tudo, verifique seu limite de crédito e fique de olho para não ultrapassá-lo.

Em seguida, ela sugere que você calcule o seu patrimônio líquido total – inclua todo o dinheiro que você recebe e subtraia todas as suas dívidas. E, finalmente, certifique-se de saber exatamente qual a sua receita e quanto dinheiro você está gastando nas despesas diversas.

Estabeleça suas metas

Com cerca de vinte e poucos anos, duas coisas estão a seu favor: um pouco menos de responsabilidades e o tempo, explica a especialista.

Isso coloca você na melhor posição possível para estabelecer as bases da sua vida financeira e os objetivos que você quer alcançar a longo prazo. O que significa que é a melhor hora para se organizar e pensar no futuro.

PUBLICIDADE

Para Alexa, você deve guardar um pouco de dinheiro para uma emergência, ou começar a pagar um valor para aposentadoria, e se concentrar em não acumular dívidas, principalmente as de cartão de crédito.

Aos 30 – Mantendo suas finanças na direção certa 

Solidifique suas finanças

As mesmas facetas da segurança financeira aplicam-se quando você está com 30, só que agora você precisa ser ainda mais empenhado em alcançar as metas estabelecidas – e com menos tempo. Ainda mais porque nessa época gastos a mais como casa, carros, filhos podem surgir. Ou seja, manter uma reserva de emergência é essencial.

Segundo a especialista, o ideal é ter uma reserva que seja suficiente para 12 meses, caso você perca o emprego ou outra despesa surpresa apareça. Provavelmente nessa fase você ganhará um salário maior e poderá definir metas maiores para si mesmo, a fim de alcançar algum objetivo.

Planeje novos objetivos

As metas quando se chega aos 30 começam a sofrer algumas alterações e para cumpri-las é preciso considerar quanto elas vão realmente lhe custar. Tenha um planejamento de custo para cada objetivo, assim você vai conseguir administrar melhor o dinheiro.

Aos 40 – Consolidação financeira

PUBLICIDADE

Mantenha o foco na sua base financeira sólida

Agora mais maduro e com mais experiências, administrar suas finanças está ficando cada vez mais fácil. Mas consolidar sua base financeira ainda é crucial. Dívidas de cartão de crédito não devem existir e o fundo de emergência que você começou lá pelos 20 anos deve continuar existindo e sem alterações, avalia Alexa.

Além disso, de acordo com ela, você está mais perto de se aposentar, de modo a tentar contribuir com pelo menos 20% do seu salário para aposentadoria.

Nessa fase, vai chegando a hora de consolidar sua vida financeira, administre seu dinheiro de modo que você possa viajar mais e viver novas experiências, explica Alexa.

Outro ponto é a educação de seus filhos, que exige uma quantia de dinheiro considerável ainda maior conforme eles forem crescendo. Então é válido pensar nesse custo desde cedo.