Em minhas-financas / carros

O que avaliar na hora de comprar um carro seminovo

Os seminovos são mais acessíveis financeiramente, mas necessitam de maior atenção na hora da compra

Carros
(Mikbiz)

SÃO PAULO - As negociações de veículos seminovos e usados no Brasil tiveram crescimento de 6,5% em 2017 em comparação com o ano anterior, segundo dados da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores). Ou seja, apesar do cenário econômico, os brasileiros continuam interessados em trocar seus veículos. Os seminovos são mais acessíveis financeiramente, mas necessitam de maior atenção na hora da compra, pois não possuem a mesma garantia de funcionamento que os carros zero km.

Pensando nisso, Fábio Pinto, especialista de carros e CEO da startup Carflix, e Raphael Galante, especialista no setor automotivo e blogueiro do InfoMoney, dão dicas do que é necessário avaliar antes de comprar um seminovo. Confira:

Parte interna do carro

É importante observar os pedais de freio e possíveis sinais de desgaste. Eles devem estar compatíveis com a quilometragem informada no odômetro. Também é necessário observar se há odores nos estofados, conferir o funcionamento do ar-condicionado, do rádio, dos sensores e vidros, sejam elétricos ou não. Testar o volante e câmbio, observando principalmente se perderam o atrito que a borracha causa.

Caso o carro possua airbag, é recomendado girar a chave e olhar no quadro de instrumentos. A luz do airbag deve se acender por alguns segundos e depois se apagar, indicando que tudo está em ordem. Se não acender, há algo errado.

Motor

Para a inspeção completa do motor, o carro deve ser levado a um mecânico profissional. Mas, antes disso, há alguns itens que podem ser verificados. Recomenda-se abrir o motor e observar se há partes enferrujados na lataria e o nível e aspecto do óleo no reservatório, se estiver escuro ou baixo, deve ser trocado.

Além disso, é importante analisar as correias e mangueiras: se houver rachaduras, estão em mau estado. Na hora de ligar o carro, se o motor demorar para funcionar, é provável que os bicos injetores estejam entupidos. O escapamento deve estar preto de fuligem, se melado de óleo é porque o motor precisa de conserto. Fumaça azulada também é mau sinal.

Lataria e pintura

Por se tratar da estética do carro, não é necessário ser um profissional para observar a lataria e exigir consertos. O ideal é fazer a verificação do veículo em um lugar aberto e iluminado. Se há variação na tonalidade de cor em partes do automóvel, isso pode indicar uma possível batida ou troca de peça. Outra forma de identificar colisões no passado é dando leves batidas na lataria do veículo para ver se há diferença no barulho.

Recomenda-se também balançar o carro, se ele continuar balançando, pode estar com problemas na suspensão. Olhar o carro de frente, encostando o rosto no para-lama e analisando toda a lateral, é um recurso eficiente para descobrir diferenças de textura na tinta, desalinhamento das portas ou pequenos amassados na chapa.

Pneus

É necessário observar se os pneus estão desgastados, se há diferença de desgaste entre um e outro e, também, verificar se estão alinhados com os eixos do carro. Se os pneus já passaram do limite e for necessário trocar o jogo, por exemplo, isso custa em média mil reais (podendo ser mais).

Em grandes centros, diversas empresas atestam e fazem o laudo do veículo. Você pode, ainda, pagar para fazer uma inspeção. Para garantir bom negócio, recomenda-se não economizar na hora da compra e consultar um bom mecânico.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

 

Contato