Em minhas-financas / carros

Ferrari de 1962 deve ser o carro mais caro da história vendido em leilão

Se a venda for efetivada nesse valor, o carro vai bater o recorde de outro Ferrari 250 GTO leiloada em 2014.

Ferrari 250 GTO
(Reprodução)

SÃO PAULO - Uma Ferrari 250 GTO, ano 1962, será leiloada pela casa Sotheby's em Monterey, na Califórnia. O modelo tem valor estimado em US$ 45 milhões, cerca de R$ 169 milhões, sendo o automóvel mais valioso do mundo já oferecido em um leilão. Se a venda for efetivada nesse valor, o carro vai bater o recorde de outro Ferrari 250 GTO leiloada em 2014, por US$ 38 milhões, cerca de R$ 141 milhões.

A edição 250 GTO da Ferrari foi a evolução final do famoso modelo 250 da marca, que estreou em 1953 e parou de ser fabricado em 1964. Amplamente considerado o mais belo design da Ferrari, o modelo foi um dos carros de corrida mais bem sucedidos da marca.

No início, a reunião é uma gloriosa viagem de carro e jantar pelo país de sua escolha, e a única entrada neste clube exclusivo é a propriedade; tornando o GTO o bilhete mais quente no mundo dos carros colecionadores.

O carro é o terceiro de apenas 36 exemplos construídos e ficou conhecida como "Santo Graal". 

O primeiro dono do modelo foi Lualdi-Gabardi que comprou o carro para disputar 10 corridas em 1962.

“Essa é a terceira vez que um GTO foi oferecido para leilão no novo milênio. Não consigo pensar em nenhum lugar melhor do que o nosso carro-chefe em Monterey, um leilão que testemunhou a venda recorde de alguns dos carros mais importantes da história, para a apresentação de um exemplo tão excepcional do carro da Ferrari”, afirmou Shelby Myers, especialista em automóveis da Sotheby's.

Quer juntar dinheiro para participar do leilão? Abra uma conta na XP. 

Veja fotos: 

ferrari_3

ferrari_2

ferrari_1

ferrari_4

Contato