EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / carros

Captur CVT é estiloso e tem bom nível de conforto; veja impressões

O Captur agrada principalmente pelo visual externo, que chama atenção por onde passa – principalmente quando se opta pelas cores bitons

Renault Captur
(Divulgação)

SÃO PAULO – Com um design moderno e bonito, o Renault Captur vem tentando brigar em um mercado muito competitivo, o de SUVs compactos. Enfrentando concorrentes como o Honda HRV, Ford Ecosport, Nissan Kicks e o Hyundai Creta, o Captur tem a missão de colocar a Renault na disputa deste cobiçado segmento – o que não vem sendo fácil. Segundo dados da Fenabrave, até o final de maio foram emplacados 7.330 unidades do modelo, quase 10 mil a menos que o Creta e 12 mil a menos que o HRV.

O Captur agrada principalmente pelo visual externo, que chama atenção por onde passa – principalmente quando a cor escolhida é mais chamativa, como laranja com teto preto – uma bela combinação, por sinal. O InfoMoney testou a versão 1.6 CVT Intense (que era desta cor), e conta suas impressões a seguir.

Por fora o Captur tem linhas arredondadas e uma boa altura do solo. Os vincos no capô e nas laterais contribuem para a sua robustez. Na versão testada, o teto e os retrovisores pretos seguem a tendência dos veículos bitons e caem como uma luva no Captur, que tem um estilo mais jovial e moderno. A Renault oferece 13 combinações de cores, incluindo 9 combinações em biton. O teto pode ser preto ou marfim e a carroceria pode ser preta, branca, marrom, laranja, marfim, vermelha, prata ou cinza.

Por dentro o Captur CVT tem oferece bastante espaço graças ao seus 4,329 metros de comprimento e 2,673 metros de entre-eixos. O porta malas comporta 437 litros, bom tamanho para a categoria. O isolamento acústico é bom e a suspensão bem calibrada para as ruas brasileiras – ricas em buracos e desníveis.

O banco em parcialmente revestido em couro é opcional e tem um desenho bonito. O painel de instrumentos é completo, assim como a central multimídia de 7 polegadas, que é intuitiva e conta com as principais funções de conectividade, além da câmera de ré.

Entre os principais itens de série o modelo testado conta com ar condicionado automático, sensor de chuva e de luminosidade, todos os vidros elétricos com função One Touch, volante revestido em couro e retrovisores com rebatimento eletrônico.

Há um excesso de plástico no acabamento interno e o modelo poderia vir com um descansa braço com baú – assim como o Creta e o HRV. Ainda assim, o Captur tem bom nível de conforto e ótima dirigibilidade.

Quer investir para comprar um carro como este? Clique aqui e abra uma conta na XP Investimentos

Segurança

Entre os principais itens de segurança o Captur CVT vem com freios ABS, 4 airbags (2 frontais e 2 laterais), cinto de segurança central traseiro de 3 pontos, sistema de fixação para cadeirinhas Isofix, assistente de frenagem de urgência, controle eletrônico de estabilidade e de tração e assistente de partida em rampas.

Consumo e desempenho

O motor 1.6 tem boas respostas e desempenho nas retomadas e acelerações – nada super empolgante, mas também não deixa ninguém na mão. Já o câmbio CVT tem trocas precisas e silenciosas, característicos deste tipo de câmbio com simulação de trocas de marcha.

De acordo com dados do Inmetro, o Captur 1.6 CVT faz 7,3 km/l na cidade e 8,1 km/litro na estrada quando abastecido com etanol. Com gasolina, ele faz 10,7 km/l e 11,7 km/l na cidade e na estrada, respectivamente.

A versão testada sai por R$ 89.950. Em uma avaliação geral, levando em conta o conjunto, design e opcionais, pode ser uma boa compra para quem busca um carro mais estiloso e com bom nível de conforto.

Veja fotos:

Contato