EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / carros

Vendas diária de carros chegou a cair 30% com a greve dos caminhoneiros

A paralisação está afetando diversos setores e com o automotivo não é diferente  

Carros
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A greve dos caminhoneiros chega nesta terça-feira (29) ao nono dia. A paralisação está afetando diversos setores e com o automotivo não é diferente.  As vendas diárias de carros chegaram a estar 30% menor do que a média, segundo o economista Raphael Galante, que trabalha no setor automotivo há 14 anos e é consultor na Oikonomia Consultoria Automotiva.  

image_(1)

O gráfico mostra a quantidade de carros vendida por dia útil. O 15° dia útil do mês representa o dia 21 de maio, quando a greve teve início. Podemos ver que no dia 16, ainda houve um pico de vendas, mas logo em seguida quedas significativas. E a marca de 30% abaixo da média citada pelo economista aconteceu no 19° dia útil, ou seja, na última sexta-feira (25).  "A média diária do mês de maio é de 9,4 mil carros. Mas nestes últimos dias está com menos de 7 mil", afirma Galante. 

Segundo ele, "outro aspecto que está prejudicando o setor se refere a falta de peças nas concessionárias, que não chegam devido a paralisação da distribuição, e por isso há  uma quantidade absurda de carros parados nas oficinas". 

Quer juntar dinheiro para investir no seu sonho? Abra uma conta na XP. 

Contato