Em minhas-financas / carros

Quer vender seu carro? Startup facilita negócio com valor até 20% acima das concessionárias

O fluxo de venda oferecido pela empresa é realizado em três etapas: inspeção, divulgação e venda

Chaves do novo imóvel
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A parte mais difícil para quem quer trocar seu carro usado por um novo costuma ser encontrar um comprador que pague um valor considerado justo para aquele bem que, muitas vezes, marcou momentos importantes para o dono - que desembolsou um bom dinheiro para comprá-lo. 

Não é incomum que concessionárias ofereçam menos do que o indicado pela Tabela Fipe, levantamento tradicionalmente usado para verificar valores de veículos no mercado. Uma alternativa é vender diretamente para o comprador, mas a negociação costuma envolver insegurança e burocracia. 

“Quem tem um carro usado ou seminovo costuma procurar lojas ou concessionárias, que, normalmente, tendem a depreciar o valor do veículo em pelo menos 20%. Outra forma muito trabalhosa é a venda direta para outra pessoa física, a qual o proprietário anuncia a venda e tenta encontrar alguém que pague o que ele considera como um preço justo, sem ter noção se de fato o carro tem aquele valor, e, isso pode levar meses”, explica Athus Formiga, fundador e CEO da 123Carros, startup que viabiliza compra e venda de automóveis entre pessoas físicas.

O fluxo de venda oferecido pela empresa é realizado em três etapas: inspeção, divulgação e venda. Na primeira etapa, é feita uma inspeção gratuita, que avalia mais de 300 itens do carro, com o objetivo de identificar seu real estado de conservação e cotação. Depois, o automóvel é precificado de acordo com suas características e seu valor de mercado. Formiga garante que esse preço é, em média, entre 15% e 20% maior do que o vendedor conseguiria em uma loja ou concessionária.

Quer investir melhor para comprar um carro O KM? Clique aqui e abra sua conta na XP

O CEO da empresa explica que, depois de definir o valor do carro com o vendedor, todo passo-a-passo de venda é responsabilidade da 123Carros: desde a veiculação do anúncio em canais estratégicos e toda a negociação, até a transferência e regularização dos documentos e o pagamento.

“Nosso objetivo é minimizar o volume de fraudes que existem no processo de compra e venda de carros usados e semi-novos. Por isso, pedimos aos nossos clientes exclusividade para negociar a venda. Isso nos traz agilidade e rapidez para comercializar o veículo que, em média, é vendido em até 45 dias”, conta.

Para quem quer adquirir, o objetivo da empresa é ajudar o comprador a encontrar o melhor carro, de acordo com suas necessidades e potencial de compra, garantindo a ele, com base nas informações adquiridas na inspeção, mais segurança, qualidade e preço justo.

“Como avaliamos todo o histórico de documentos e gravame, e também identificamos se os carros anunciados passaram por algum sinistro, conseguimos viabilizar uma compra com total transparência, o que gera segurança para as duas pontas, comprador e vendedor”, explica Formiga.

A revenda de carros no Brasil registrou cerca de 87 mil transações fraudulentas em 2017, de acordo com a Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores. O volume de negociações de veículos seminovos e usados desse período obteve um crescimento de 6,5%, na comparação com 2016, com mais 14 milhões de veículos vendidos. 

“Acreditamos em uma expansão do mercado de compra e venda de carros usados. Nossa expectativa para os próximos anos é consolidar a marca e expandir nossa operação para outras cidades do Brasil. Nosso principal foco, hoje, são as regiões Sul e Sudeste, em função do volume de veículos transacionados pela 123Carros atualmente”, explica Formiga.

Quer investir melhor para comprar um carro O KM? Clique aqui e abra sua conta na XP

 

Contato