Em minhas-financas / carros

Governo começa a usar radares para cobrar IPVA na capital paulista; entenda

Medida visa identificar motoristas que têm veículos licenciados em outros estados, mas que residem e trafegam no estado de São Paulo

trânsito SP
(Paulo Whitaker/Reuters)

SÃO PAULO - O Governo de São Paulo começou a usar as informações captadas por radares da Prefeitura da capital para cobrar o IPVA de motoristas paulistas que têm veículos registrados em outros estados. 

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda, foram notificados nesta primeira etapa proprietários de mil veículos licenciados em outros estados, totalizado uma soma de débitos pendentes de R$ 2.374.513,73.

O levantamento corresponde ao exercício de 2016 e utilizou o registro de veículos obtidos dos radares para comparar com as informações de cadastro do IPVA paulista e do Detran. Por meio deste, foi realizado um cruzamento de dados de forma a identificar veículos licenciados em outros lugares que têm seus proprietários com domicílio tributário e tráfego no estado de SP.

"Essa é apenas a primeira de uma série de ações planejadas", destaca o secretário adjunto da Fazenda Rogério Ceron. "É importante que os proprietários de veículos licenciados em outros estados regularizem a situação de forma espontânea, evitando multas", alerta.

Ainda segundo a Secretaria da Fazenda, após a expedição da notificação, os proprietários terão 30 dias para efetuar o pagamento do IPVA correspondente ao exercício de 2016 com acréscimos legais, sob pena de inscrição na dívida ativa, nos termos do artigo 48 da Lei do IPVA. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP

 

Contato