Em minhas-financas / carros

Presidente da Ford alerta: "todas as montadoras do mundo estão em perigo"

Essas empresas estão prestes a se tornar dependentes de outros negócios que estão cada vez mais integrados com a indústria automobilística

Mark Fields Ford
(Patrick T. Fallon/Bloomberg)

SÃO PAULO - Mark Fields, presidente e CEO (Chief Executive Officer) da Ford, declarou o caos na indústria automobilística: "todas as montadoras estão em perigo", afirmou para a Reuters. Para ele, essas empresas estão prestes a se tornar dependentes de outros negócios que estão cada vez mais integrados com a indústria automobilística. 

"Tem algumas empresas que nunca pensamos que seriam competidores para a gente cinco anos atrás", avisou Fields. Embora ele não nomeie que tipo de empresa pode ameaçar o reinado da Ford, Volkswagen, Toyota, GM, Fiat e outras grandes montadoras, sabe-se que o Google aparece nos pesadelos destas empresas, depois de anunciar seu veículo autônomo. 

"Eles olham a nossa indústria, questionam a tradição e derrubam paredes. Eu tenho que garantir que a Ford não acabe como a indústria de telefonia", afirmou o executivo, lembrando que a maioria das grandes produtoras de celulares do passado se apequenaram ao se tornar dependentes de um modelo de negócio. A finlandesa Nokia seria um exemplo. 

Conforme os carros evoluem tecnologicamente e se tornam mais conectados a smartphones e aparelhos similares, algumas oportunidades para novos negócios aparecem, como dividir carros. Como esse tipo de modelo coloca menos ênfase na marca do carro, ela abre a indústria para competidores que alugam frotas de carros em cidades grandes - e cobram por tempo gasto no carro. 

Para Fields, a Ford precisa se manter inovadora para permanecer competitiva. "Existe sempre aquela atração de nos manter na zona de conforto e falar que essa é a tradição. Nossa oportunidade é tirar essa venda", salientou o executivo. 

 

Contato