Em minhas-financas / carros-compra

CEO da Volkswagen deixa a empresa após acusações de fraude

A agência de proteção ambiental norte-americana (EPA) também afirmou na semana passada que as multas aplicadas à montadora poderiam chegar a US$ 18 bilhões

volks01_bloomberg

SÃO PAULO – Nesta terça-feira (22), o jornal alemão Tagesspiegel anunciou que o atual CEO da Volkswagen, Martin Winterkorn, deixará a empresa. A montadora vem sofrendo pressão desde a última sexta-feira (18), em que a agência de proteção ambiental norte-americana (EPA) anunciou que a Volkswagen teria fraudado os testes de emissão de gás – e, na verdade, emitem entre 10 e 40 vezes mais do que o revelado nos testes.

Segundo a Reuters, o jornal alemão aponta que o executivo será substituído por Matthias Mueller, o presidente dos negócios de carros esportivos da Porsche. Além disso, um porta-voz da Porsche afirmou que Mueller estava em uma reunião de conselho da Volkswagen em sua sede, em Wolfsburg.

A agência de proteção ambiental norte-americana também afirmou na semana passada que as multas aplicadas à montadora poderiam chegar a US$ 18 bilhões, por fraude nos testes de emissão. Processos jurídicos também poderiam ser enfrentados pela Volks. Apenas em 2014, a montadora vendeu 10,1 milhões de carros - e muitos dos compradores estão devolvendo os automóveis. 

 

Leia também

Descubra qual é a aplicação financeira de risco baixo mais rentável

Milhões de brasileiros investem errado em previdência; é o seu caso?

Imóvel é sempre bom negócio? Teste mostra que alugar é melhor

Seu carro facilmente lhe custa R$ 2.500 por mês. Duvida?

Qual é o melhor CDB: pré, pós ou indexado à inflação? Planilha mostra

Planeja investir no Tesouro Direto? Ebook gratuito mostra o caminho

Quer saber se você está investindo bem? Faça uma simulação

Quanto custa realizar cada um de seus sonhos? Descubra

Contato