12ª colocação

Brasil alcança nos Jogos Olímpicos de Tóquio sua melhor posição da história no quadro de medalhas

Com sete ouros, seis pratas e oito bronzes, a delegação conquistou 21 medalhas, superando o resultado da Rio 2016, quando foram 19 pódios

Por  ANSA Brasil -

(ANSA) – O Brasil encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio com duas medalhas de prata na madrugada desse domingo (8).

Os pódios vieram nas finais do vôlei feminino, com as brasileiras sendo derrotadas por 3 sets a 0 (25/21, 25/20 e 25/14) pelos Estados Unidos, e na final do boxe feminino peso leve, com Beatriz Ferreira. Apesar das derrotas, ambos os resultados foram muito celebrados.

As jogadoras comandadas por José Roberto Guimarães – que conquistou suas quarta medalha olímpica – passaram por uma temporada de renovação e reconstrução. Até mesmo por isso, as norte-americanas eram as favoritas e conquistaram seu primeiro ouro na disputa.

Desde 1996, a seleção só ficou fora do pódio em Atenas 2004 e na Rio 2016, sendo ouro em Pequim 2008 e Londres 2012 e bronze em Atlanta 1996 e Sydney 2000.

Já Beatriz teve um feito inédito no Brasil. A prata que veio na derrota para a irlandesa Kellie Harrignton, também favorita, na final da categoria até 60kg do boxe foi a primeira da história da competição feminina para o país.

“Saí do Brasil com a meta de conseguir a mãe de todas, não consegui, tentei mudar de cor, mas não consegui. Vou continuar trabalhando para que ela mude. Claro que o objetivo era o ouro, o ouro não veio, mas estou contente com essa aqui. Paris tá logo aí, me aguardem”, disse aos microfones da TV Globo após o fim da competição.

Com os resultados do último dia de provas em Tóquio, o Brasil selou a sua melhor participação olímpica na história. Com sete ouros, seis pratas e oito bronzes, a delegação conquistou 21 medalhas, superando o resultado da Rio 2016, quando foram 19 pódios. No quadro geral, o país ficou na 12ª colocação, subindo uma colocação em relação à Rio 2016. (ANSA).

Compartilhe