Em minhas-financas / aposentadoria

Novo salário mínimo representa custo adicional de R$ 12,8 bi na Previdência

69,5% dos beneficiários da previdência recebem o equivalente a um salário mínimo

previdência social
(JB Azevedo/Previdência Social)

SÃO PAULO – A partir do dia 1º de janeiro de 2014 entra em vigor o novo valor do salário mínimo, de R$ 724, que foi divulgado pelo governo no dia 23 de dezembro. Com o acréscimo de R$ 46 no mínimo, a Previdência Social terá um custo adicional em torno de R$ 12,8 bilhões.

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), 69,5% dos beneficiários da previdência recebem o equivalente a um salário mínimo e o acréscimo de R$ 1 no valor gera um impacto estimado de R$ 278,54 milhões ao ano na folha de benefícios.

O reajuste representa 6,78% sobre os R$ 678 em vigor durante 2013 e corresponde à variação do PIB (Produto Interno Bruto) de 2012, de 1,03%, e à variação anual do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), estimada em 5,54%.

 

Contato