Xi Jinping diz que PIB da China cresceu mais de 4% em 2022

Meta oficial é que 2ª maior economia do mundo cresça cerca de 5,5% acima da inflação, mas a maioria dos economistas prevê cerca de 3%

Estadão Conteúdo

(Crédito: Shutterstock)

Publicidade

O presidente da China, Xi Jinping, disse durante discurso anual de véspera de Ano Novo que o Produto Interno Pruto (PIB) do país alcançou 120 trilhões de yuans (US$ 17,4 trilhões) neste ano, a valores não ajustados pela inflação, o que representa um crescimento nominal de mais de 4%.

A maioria dos economistas prevê que o PIB da China, ajustado pela inflação, crescerá cerca de 3% em 2022 — contra uma meta oficial de cerca de 5,5%. No início da semana, o país asiático revisou para cima seu crescimento do PIB em 2021, de 8,1% para 8,4% (ajuste que torna a base de comparação mais alta).

Sobre Taiwan, depois de um ano de manobras militares e políticas da China em torno da ilha “rebelde” (que o país reivindica como parte de seu território), o presidente chinês pediu às pessoas que “trabalhem juntas com propósito de promover conjuntamente a prosperidade duradoura da nação chinesa”.

Continua depois da publicidade

Rússia

Xi também usou seu discurso para abordar o congresso do Partido Comunista em outubro. Ele não mencionou explicitamente a invasão da Ucrânia pela Rússia, mas falou que “o mundo ainda não é um lugar tranquilo” ao abordar mudanças sem precedentes ocorrendo em relação ao trabalho.

Durante videoconferência na sexta-feira (30), Xi conversou com o presidente russo, Vladimir Putin, sobre a expansão dos laços militares e prometeram fortalecer ainda mais a cooperação estratégica entre Pequim e Moscou. Putin aventou a possibilidade de uma visita de Estado de Xi a Moscou na primavera, destacando que os países estão cada vez mais em desacordo com os Estados Unidos e seus aliados.