WeWork: ação despenca 20% após companhia dizer que não tem certeza se consegue continuar a operar

Companhia diz que há ‘dúvida substancial’ sobre sua capacidade de funcionamento

Bloomberg

(Shutterstock)

Publicidade

Bloomberg — A WeWork afirmou que há uma “dúvida substancial” sobre sua capacidade de continuar a operar, citando perdas contínuas e aumento de cancelamentos de membros de seus espaços de escritórios.

As ações chegaram a cair cerca de 20% nas negociações do pré mercado desta quarta-feira (9). No ano, a queda das cotações é da ordem de 85%, com a ação negociada a US$ 0,21 no fechamento. O valor de mercado é de US$ 450 milhões, menos de 1% do valuation de US$ 47 bilhões que chegou a alcançar no começo de 2019 após uma captação com o SoftBank.

A empresa que consagrou o modelo de coworking se concentrará nos próximos 12 meses em reduzir os custos de aluguel, renegociar contratos de locação mais favoráveis, aumentar a receita e levantar capital, conforme informou a WeWork em um comunicado ao mercado.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A empresa não informou se as medidas se aplicam à operação nos principais mercados da América Latina, o que inclui Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e México. Essa operação está sob o comando do SoftBank Latin America Fund, segundo uma joint venture anunciada em maio de 2021.

O aviso da WeWork vem apenas meses depois da empresa firmar um acordo com alguns de seus maiores credores e o SoftBank, seu principal investidor, para reduzir sua carga de dívida em cerca de US$ 1,5 bilhão e estender outros vencimentos.

E ocorre apesar da melhora dos números apresentados do segundo trimestre: a receita chegou a US$ 844 milhões no segundo trimestre, com alta de 4% na base anual; o prejuízo líquido foi de US$ 397 milhões, abaixo dos US$ 635 milhões um ano antes.

Continua depois da publicidade

E o Ebitda ajustado ficou em US$ 36 milhões, também abaixo dos US$ 134 milhões no mesmo período de 2022. A empresa encerrou o trimestre com um portfólio imobiliário com 777 imóveis em 39 países, totalizando 906 mil posições de trabalho. A ocupação física estava em 72%, versus 71% um ano antes.

Os títulos da WeWork são negociados também com grande desvalorização. Certos títulos não garantidos da empresa com vencimento em 2025 foram negociados a 33,5 centavos por dólar, de acordo com dados da Trace.

Muitos escritórios da WeWork, que esvaziaram durante os primeiros meses da pandemia de Covid-19, mostraram um progresso ainda gradual em relação à capacidade no último ano. A recuperação parece até agora insustentável, segundo analistas.

A WeWork afirmou que a ocupação caiu no segundo trimestre em comparação com o trimestre anterior. A empresa sediada em Nova York também passou por uma mudança na liderança. Sandeep Mathrani, que assumiu como diretor executivo no início de 2020, saiu em maio para se tornar sócio da empresa de private equity Sycamore Partners.

Atualmente, a WeWork tem um CEO interino. Mathrani assumiu logo após o co-fundador e ex-CEO Adam Neumann ter sido afastado diante de uma série de escândalos corporativos que ajudaram a inviabilizar o plano da startup de abrir capital em 2019.

Nesta terça-feira, a WeWork informou que três de seus membros independentes do conselho vão substituídos por quatro novos membros do conselho.

© 2023 Bloomberg L.P.