Washington Mutual pode “brigar” com a FDIC por depósito de US$ 4,4 bilhões

Instituições discutem quem tem direito ao montante proveniente da aquisição do banco pelo JP Morgan há cerca de um mês

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – Segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (20), o banco norte-americano Washington Mutual, recém-adquirido pelo JP Morgan, pode ser obrigado a lutar contra o FDIC (Federal Deposit Insurance Corporation) por um depósito de US$ 4,4 bilhões.

Especula-se que o órgão que regula os bancos de varejo dos EUA poderá reivindicar o dinheiro, pois foi ele quem subsidiou a transação entre as duas instituições há pouco menos de um mês, além de assegurar a integridade dos depósitos do Washington Mutual.

De acordo com as notícias veiculadas na mídia internacional, os US$ 4,4 bilhões seriam uma espécie de prêmio assegurado pelos esforços da FDIC em permitir a operação. No entanto, os executivos do banco afirmam que a medida não tem base jurídica e acenam com a possibilidade de resolver a pendência na Justiça.

A operação

A operação a que o conflito se refere foi realizada o dia 26 de setembro, quando para evitar um processo de bancarrota como verificado no caso do Lehman Brothers, o JP Morgan comprou por US$ 1,9 bilhão as atividades bancárias do Washington Mutual, que encontrava-se praticamente falida

Compartilhe