After Market

Vitória da Petrobras na Justiça, reestruturação da dívida da Usiminas e mais 2 notícias agitam a noite

Confira os principais destaques corporativos do noticiário desta terça-feira (30)

SÃO PAULO – O noticiário corporativo da noite desta terça-feira (30) tem destaque para a decisão favorável para a Petrobras sobre a venda da Liquigás. Além disso, o CEO da Usiminas comentou sobre a reestruturação da sua dívida. Confira os destaques:

Petrobras (PETR3: PETR4)
A Petrobras informou que obteve decisão favorável no Tribunal Regional Federal, com a manutenção de uma sentença da Justiça Federal de Sergipe sobre a venda de sua participação na Liquigás.

A venda da Liquigás à Ultragaz, subsidiária da Ultrapar, no valor de R$ 2,8 bilhões, foi aprovada em assembleia geral extraordinária da Petrobras, conforme fato relevante de 31 de janeiro.

PUBLICIDADE

Usiminas (USIM5)
Em entrevista para a Bloomberg, o CEO da Usiminas, Sergio Leite, disse que a companhia espera finalizar em 2 meses as discussões para reestruturar seus bonds de 2018, sendo uma opção a de adiar o pagamento de janeiro. Segundo Leite, discussões sobre bonds são o último passo no processo de reestruturação de dívidas.

Plascar (PLAS3)
A Plascar informou que seu início à renegociação de seu endividamento bancário. Segundo comunicado, a empresa assinou um contrato de standstill junto aos principais bancos credores.

A companhia dará início às cotações para contratação, em prazo não superior a 20 dias, de um assessor financeiro dentre as opções indicadas pelos credores. Tal assessor deverá, num prazo máximo de 30 dias, realizar uma completa análise e emitir um parecer conclusivo sobre o
plano de recuperação do endividamento bancário para ser validado junto aos bancos credores e executado pela companhia.

O contrato standstill terá vigência pelo prazo de 60 dias, podendo ser prorrogado por mais 30 dias. Durante a vigência, a Plascar realizará em favor dos bancos credores pagamentos mensais em valor idêntico para todos para amortizar os contratos das dívidas que são objeto do plano.

BrasilAgro (AGRO3)
A BrasilAgro vendeu 918 hectares da Fazenda Araucária, localizada no Município de Mineiros (GO). Considerando as terras que não podem ser direcionadas à produção, a área total negociada chega a 1,36 mil hectares. Segundo a companhia, o valor da venda é de R$ 17 milhões, o equivalente a 280 sacas de soja por hectare útil ou R$ 18.535 por hectare. O comprador pagará 35% do preço total no primeiro ano e o saldo remanescente será quitado em cinco parcelas anuais iguais.

(Com Reuters)