Por dentro dos resultados

“Viramos a marca do ficar em casa”, diz CEO da Alpargatas, dona da Havaianas

Roberto Funari participou de live do InfoMoney e contou como a empresa conseguiu vender mais de um par de chinelos por brasileiro e falou sobre o futuro

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO — Diferentemente do que aconteceu com as marcas de roupas, a Alpargatas (ALPA4), dona da Havaianas, foi beneficiada pelo fato de as pessoas terem sido obrigadas a ficarem em casa durante a pandemia de coronavírus. “Viramos a marca do ficar em casa”, disse o CEO da empresa, Roberto Funari.

“O Brasil apresentou o melhor terceiro trimestre da história de Havaianas. Houve um crescimento da receita líquida de 21%, um crescimento de volume de 13%, portanto aumentamos nossa receita líquida por par [de chinelo] em 8 pontos percentuais aproximadamente”, afirmou. “Vendemos mais de um par de Havaianas por cada brasileiro.”

Aprenda a investir na bolsa

Ele participou nesta quarta-feira (11) de uma live no InfoMoney da série Por Dentro dos Resultados, onde executivos de importantes empresas da Bolsa apresentam os principais destaques financeiros do terceiro trimestre, comentam os números e falam sobre perspectivas.

Por Dentro dos ResultadosCEOs e CFOs de empresas abertas comentam os resultados do ano. Cadastre-se gratuitamente para participar:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Funari explicou que boa parte do aumento das vendas veio da operação online, que cresceu mais de 100% no Brasil entre julho e setembro. Ele falou ainda sobre o prejuízo de R$ 2,6 milhões reportado pela companhia, fruto do efeito não recorrente da venda da marca Mizuno — sem isso, o lucro atribuível aos acionistas seria de R$ 122,4 milhões.

O CEO da Alpargatas falou ainda sobre a posição financeira líquida de mais de R$ 300 milhões da empresa no terceiro trimestre, com um caixa de mais de R$ 2 bilhões. Ele comentou sobre o aumento das exportações, especialmente em mercados como o asiático e o europeu. “Nos EUA, o site que mais vende chinelos é o havaianas.com”, disse.

Funari avaliou ainda a importância das vendas das marcas da Alpargatas em market places: “somos líder na Amazon e montamos um centro de distribuição perto do CD deles para facilitar essas operações”, disse. Ele comentou ainda sobre o fato de as marcas líderes como Havaianas terem a vantagem de comandar a tendência de preços em seus mercados, falou sobre abertura de lojas, mixa de produtos, iniciativas de sustentabilidade e preocupação com ESG, além do preço atual das ações e política de distribuição de dividendos.

“Hoje, mais de um quarto da nossa produção é vendido no exterior. A Havaianas é vendida em 23 tipologias diferentes de pontos de vendas”, disse. Funari afirmou ainda que o aumento da concorrência, como por exemplo a fusão de Arezzo e Reserva como potencial adversário da Osklen, é positiva ao setor e os consumidores só tendem a ganhar com isso. Assista à live acima.

Treinamento gratuito do InfoMoney mostra como encontrar oportunidades de investimentos escondidas nos gráficos e fazer a primeira operação. Assista aqui!

PUBLICIDADE