Balanço

Vinci Partners tem lucro líquido de R$ 53,4 milhões no 2º trimestre, alta de 53%

O lucro relacionado a gestão e assessoria totalizaram R$ 55,2 milhões, alta de 67% em comparação ao mesmo intervalo de 2020.

A Vinci Partners, que abriu seu capital em janeiro deste ano na Nasdaq, fechou o segundo trimestre do ano com um lucro líquido de R$ 53,4 milhões, representando uma alta de 53% em relação ao mesmo período do ano passado. Em seis meses, o lucro foi de R$ 100,4 milhões, um crescimento de 53% em relação ao mesmo período no ano anterior.

O lucro relacionado a gestão e assessoria totalizaram R$ 55,2 milhões, alta de 67% em comparação ao mesmo intervalo de 2020.

A margem do lucro relacionado à gestão foi de 54,6% no segundo trimestre de 2021, comparada a 49,1% no segundo trimestre de 2020, representando um aumento de 5,4 pontos porcentuais, evidenciando o grande potencial de escala da plataforma.

A receita líquida de gestão e assessoria totalizou R$ 101,2 milhões no trimestre encerrado em 30 de junho, representando um aumento de 56% no período, devido ao forte de crescimento no “fee earning” dos ativos sob gestão.

O Itaú BBA avalia que os resultados divulgados pela Vinci Partners relativos ao segundo trimestre de 2021 ficaram levemente acima de suas estimativas.

O lucro ficou 4% acima da projeção do banco, que mantém recomendação outperform (perspectiva de desempenho acima da média)  para a empresa, e preço-alvo para 2021 em US$ 18 para os papéis VINP, alta de 38,5% em relação ao fechamento da véspera  na Nasdaq.

(com Estadão Conteúdo)

Quer atingir de uma vez por todas a consistência na Bolsa? Assista de graça ao workshop “Os 4 Segredos do Trader Faixa Preta” com Ariane Campolim.

 

PUBLICIDADE