ETFs

Valkyrie pede listagem de ETF de mineradores de Bitcoin na Nasdaq

ETF vai investir pelo menos 80% dos ativos líquidos em empresas que tiram pelo menos metade do seu lucro em mineração de Bitcoin

Por  CoinDesk -

A gestora de criptoativos de moedas Valkyrie pediu à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) para listar seu ETF e oferecer exposição para ações de empresas mineradoras de Bitcoin (BTC) na Nasdaq.

De acordo com requerimento junto à SEC feito hoje, o ETF (fundo negociado em bolsa) Valkyrie Bitcoin Miners vai investir, no mínimo, 80% dos seus ativos líquidos em valores mobiliários de empresas que obtêm pelo menos 50% do lucro a partir de mineração de Bitcoin.

Após a relutância da Comissão em aprovar um ETF de Bitcoin, as gestoras de ativos e empresas de investimento passaram a se concentrar em produtos que oferecem exposição ao mercado de futuros ou em empresas expostas ao Bitcoin de outras maneiras, como minerando a moeda ou segurando cripto na sua folha de balanço.

A composição do ETF de mineração da Valkyrie é parecida com à da VanEck, que requisitou à SEC, em dezembro de 2021, o lançamento de um fundo de mineração de ativos digitais.

Em outubro do ano passado, a Valkyrie se tornou a terceira empresa a conseguir a aprovação da SEC para listar ETF de futuros de Bitcoin, depois da ProShares e VanEck.

O fundo proposto vai cobrar uma taxa de 0,75% e incorporar tanto empresas americanas como de fora do país, incluindo algumas de países emergentes, definidos pelo índice da FTSE.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe