Vale (VALE3) informa capacidade de processamento de 32 milhões toneladas por ano em Salobo

Salobo receberá US$ 370 milhões da Wheaton International pela conclusão da primeira fase do projeto de expansão Salobo III.

Felipe Moreira

Mineração da Vale em Minas Gerais (Mario Tama/Getty Images)

Publicidade

A Vale (VALE3) concluiu o teste de processamento para a primeira fase do projeto Salobo III, com o complexo de Salobo atingindo uma capacidade de processamento superior a 32 milhões de toneladas por ano (Mtpa) por um período de 90 dias. “Esta conquista é um marco importante no acordo de streaming de Salobo com a Wheaton Precious Metals International Ltd. (Wheaton International)”, diz mineradora, em comunicado.

Em 2019, a mineradora iniciou a construção do projeto de expansão Salobo III, com investimento de US$ 1,1 bilhão. Somada às plantas I e II, a capacidade de processamento agora ultrapassa 32Mtpa, e no momento está em ramp-up para atingir a capacidade total de 36Mtpa no 4T24.

Salobo receberá US$ 370 milhões da Wheaton International pela conclusão da primeira fase do projeto de expansão Salobo III.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O saldo remanescente do pagamento de expansão será acionado assim que a Vale ampliar a capacidade para acima de 35Mtpa por um período de 90 dias.

Além disso, a Wheaton International irá fazer pagamentos anuais de US$ 5,1 milhões a US$ 8,5 milhões por um período de 10 anos na medida em que o complexo Salobo continue a produzir dentro de determinadas faixas de teor de cobre.

Tópicos relacionados