RADAR INFOMONEY Vale (VALE3) pagará R$ 4,26 em dividendos e JCP; Minerva sobe pós-balanço; Assaí e PDA se separam

Vale (VALE3) pagará R$ 4,26 em dividendos e JCP; Minerva sobe pós-balanço; Assaí e PDA se separam

Mobilidade

Uber anuncia que Brasil está na lista de países que podem receber sua aeronave

Brasil, Austrália, Índia, Japão e França foram confirmados como candidatos   

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Uber anunciou nesta quinta-feira (30) os cinco países finalistas para receber testes do serviço Uber Air. Brasil, Austrália, Índia, Japão e França foram confirmados como candidatos para a rede aérea de transporte compartilhado que a Uber está desenvolvendo em conjunto com parceiros. Apenas um país será escolhido ao final do processo.  

A proposta da empresa é de que dentro de aproximadamente cinco anos, os usuários da Uber de algumas cidades possam solicitar pelo aplicativo uma aeronave – uma espécie de helicóptero com cara de jatinho. Para o projeto, a companhia reuniu uma rede de parceiros que inclui fabricantes de aeronaves, desenvolvedores imobiliários, desenvolvedores tecnológicos, entre outros.

uber

“Estes cinco países poderão ter o modelo de transporte completamente transformado com o uso dos veículos elétricos baseado em decolagem e aterrissagem vertical (VTOL)”, disse Eric Allison, o chefe do programa de aviação da Uber. “Vemos um enorme potencial na utilização de drones, criando um futuro de transporte realmente multimodal”. 

As cidades de Dallas e Los Angeles, ambas nos EUA, já estão confirmadas como as duas primeiras cidades a receber o programa em maio, no 2° Encontro Anual do Uber Elevate. 

Entre cidades e estados que são cotados em cada país estão Rio de Janeiro e o estado de São Paulo, Tóquio e Osaka, no Japão, Mumbai, Nova Delhi e Bangalore, na Índia, Sydney e Melbourne, na Austrália e Paris na França. 

Segundo a empresa, os critérios adotados para selecionar essa terceira cidade são: 

Tamanho do mercado: a empresa busca lugares grandes, policêntricos, com necessidade de soluções de transporte e com uma população metropolitana de mais de 1 milhão de pessoas;

Compromisso local: a Uber que trabalhar com governos locais, estaduais e federais desde o princípio, além dos representantes dos locais que pretende operar – representantes do setor imobiliário, planejadores urbanos, conselhos consultivos dos municípios, além das próprias associações de bairro; 

Condições de operação: o projeto depende de uma estrutura multimodal, baseado em uma operação eficiente e integrada à rede atual de parceiros da Uber. Ainda não há um prazo para definição do país sede do projeto. 

Quer investir em grandes empresas? Abra uma conta na XP. 

PUBLICIDADE