Tupy ajusta valor de JCP, S&P reafirma rating brAA- do Grupo SBF e mais notícias

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quinta-feira (15)

Felipe Moreira

(Divulgação)
(Divulgação)

Publicidade

O radar corporativo desta quinta-feira (15) traz a atualização do valor dos JCP aprovados pela Tupy (TUPY3). Além disso, o S&P Global reafirmou os ratings de emissor e emissão “brAA-” do Grupo SBF, tendo alterado a perspectiva do rating da companhia de “negativa” para “estável”.

Já a B3 (B3SA3) tem queda anual de 11,9% no volume médio negociado em janeiro.

Confira mais destaques:

Continua depois da publicidade

Tupy (TUPY3)

A Tupy (TUPY3) alterou o valor dos Juros sobre o Capital Próprio de R$ 0,25516154590 para R$ 0,25542747307 por ação, em decorrência de movimentação de ações em tesouraria.

O pagamento será realizado aos acionistas inscritos nos registros da companhia em 22 de janeiro de 2024. Os acionistas terão seus créditos disponíveis a partir de 31 de julho de 2024.

Grupo SBF (SBFG3)

A agência classificadora de risco de crédito S&P Global Ratings reafirmou os ratings de emissor e emissão “brAA-” da companhia, tendo alterado a perspectiva do rating da companhia de “negativa” para “estável”. O rating de recuperação “3(65%)” da 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única, permanece inalterado.

Continua depois da publicidade

Sequoia (SEQL3)

A Sequoia anunciou a realização de aumento de capital no valor de R$ 40,7 milhões, mediante a emissão de 37.021.620 ações ordinárias, ao preço de emissão de R$1,10, resultante da conversão de debêntures mandatoriamente conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, da 4ª emissão da companhia.

B3 (B3SA3)

O volume financeiro médio negociado na B3 (B3SA3) no segmento de ações caiu 11,9% em janeiro de 2024 na comparação com o registrado em igual período de 2023, ficando em R$ 22,489 bilhões. Em relação a dezembro, houve queda de 11,1%.

Jalles Machado (JALL3)

A Jalles Machado encerrou o terceiro trimestre da safra 2023/24 com lucro líquido de R$ 75,8 milhões, um resultado 83% menor do que o do mesmo período da temporada anterior.

Continua depois da publicidade

Minerva (BEEF3)

A Minerva informou a atualização da data prevista para a realização da sua Assembleia Geral Ordinária (AGO), que agora está prevista para ser realizada em 29 de abril de 2024.