Aquisição

Tesla recebeu oferta de compra da Volkswagen, diz Wall Street Journal

Segundo reportagem do jornal The Wall Street Journal, as montadoras chegaram a ficar “bem próximas“ de fechar negócio

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Um dos investidores interessados em fechar o capital da Tesla nos Estados Unidos, plano que Elon Musk abandonou nesta segunda-feira (27) em publicação no seu Twitter, era a montadora norte-americana Volkswagen.

Segundo reportagem do jornal The Wall Street Journal, as montadoras chegaram a ficar “bem próximas” de fechar negócio. As ambições da Volkswagen era de adquirir uma fatia “considerável” da Tesla, a ponto de ter controle sobre as decisões da companhia.

O acordo, entretanto, teria sido vetado por Musk, preocupado com a influência que a Volks passaria a ter sobre a Tesla. Fontes consultadas pelo WST ainda afirmaram que o executivo ficou “profundamente desconfiado” das montadoras rivais, por acreditar que elas estariam tentando “pegar carona” na tecnologia desenvolvida pela companhia.

Na época em que Musk revelou o interesse em tirar a empresa da Bolsa de Valores, analistas do mercado apontaram que seriam necessários investimentos de US$ 30 bilhões, dos quais a Volkswagen estaria disposta a entrar com uma boa parte.

Além da montadora, também entrariam com investimentos o Fundo Soberano da Arábia Saudita e o fundo de equity Silver Lake.

Procurada por sites norte-americanos, a Volkswagen não se posicionou ou comentou sobre o assunto.

Investigação

Os planos do executivo de fechar o capital da Tesla já lhe trouxeram problemas: no tuíte, publicado quando o pregão ainda estava aberto, ele afirmou que estava “pensando em fechar o capital da Tesla” quando as ações batessem US$ 420.

Ele ainda afirmou que o financiamento para o fechamento de capital estava “garantido”, o que levou o SEC (Securities and Exchange Comission) dos Estados Unidos, cujo papel é semelhante ao da CVM no Brasil, a abrir uma investigação formal contra a empresa e o executivo, que pode ser acusado de manipulação de mercado e até fraude. Isso porque, pouco após a publicação, as ações da Tesla chegaram a subir 11%.

PUBLICIDADE

Musk acabou se explicando depois, dizendo que colocou o financiamento necessário para tirar a Tesla da Bolsa como “garantido” por conta de conversas com o Fundo Soberano da Arábia Saudita, ainda interessado em fechar o capital da empresa.

Invista seu dinheiro e construa um patrimônio. Abra sua conta na XP Investimentos.