tensão na Ásia

Suspensão de ações na China apenas retarda riscos, diz Société Générale

Banco afirma que medidas como restringir as vendas a descoberto e paralisar a negociação de ações apenas pode retardar o risco de se expor e gerar riscos de disseminação dos problemas

Aprenda a investir na bolsa

Cerca de metade das ações chinesas estavam com as negociações suspensas na manhã desta quinta-feira (hora local), com 418 delas em Xangai e 1.049 em Shenzhen. A medida é parte dos esforços para acalmar os investidores, temerosos diante da contínua queda nas ações. Aparentemente, a medida funcionava, pelo menos temporariamente: o índice Xangai Composto reverteu a queda da abertura e subia 0,7%, por volta das 23h30 (de Brasília), enquanto as ações A em Shenzhen avançavam 2,3%.

Mas o Société Générale afirma que medidas como restringir as vendas a descoberto e paralisar a negociação de ações apenas pode retardar o risco de se expor e gerar riscos de disseminação dos problemas para outras áreas do mercado financeiro, produzindo posteriormente mais pânico. Um contágio do tipo pode elevar o risco financeiro sistêmico, afirmou o banco. Fonte: Dow Jones Newswires.