Recomendações

Souza Barros inclui Natura e Tractebel em carteira para novembro

Em setembro, portfólio da corretora bateu o Ibovespa com ganhos de 0,38% ante queda de 3,56% do benchmark

SÃO PAULO – A Souza Barros divulgou sua carteira recomendada para o mês de novembro, optando por incluir as ações da Natura (NATU3) e Tractebel (TBLE3). Em contrapartida, a corretora retirou os ativos da BR Malls (BRML3) e da RaiaDrogasil (RADL3).

Segundo relatório assinado pelo analista Clodoir Vieira, a corretora indica as ações da Natura por acreditar no aumento das vendas de final de ano. “A companhia divulgou que acredita estar no caminho certo para seguir em expansão ao longo dos próximos trimestres. A estratégia da empresa está focada no crescimento no Brasil e na ampliação da produtividade das consultoras”, comenta o analista.

Já no caso da Tractebel, Vieira acredita que a companhia não representa grandes riscos regulatórios. “Os contratos da empresa foram feitos por privatização, e neste tipo de contrato existe uma cláusula prevendo a renovação, logo a Medida Provisória divulgada recentemente não afeta a Tractebel”, diz a corretora.

A manutenção do restante dos papéis ocorre em função do bom desempenho das empresas – CCR (CCRO3), Ambev (AMBV4) e Cia. Hering (HGTX3) – ao longo do ano e por se configurarem como papéis defensivos. “Acreditamos que com uma recuperação da atividade econômica no Brasil, o fato deve beneficiar as ações de empresas ligadas ao mercado interno”, disse Vieira.

Desempenho da carteira
Em outubro, a carteira recomendada Souza Barros teve desempenho positivo de 0,38%, enquanto o Ibovespa registrou queda de 3,56%.