Venda polêmica da refinaria

Sindicato dos petroleiros notifica conselheiros da Petrobras contra venda da Rlam

A legislação citada na notificação do sindicato trata da responsabilidade dos membros de um conselho de atuar em benefício da empresa

arrow_forwardMais sobre
Petrobras
(Shutterstock)

Os conselheiros de administração da Petrobras (PETR3;PETR4) foram notificados extrajudicialmente, nesta quarta-feira, 24, pelo Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF). A entidade argumenta que a apreciação da venda da Refinaria Landulpho Alves (Rlam) na reunião do colegiado, nesta data, constitui um ato de improbidade administrativa, de acordo com a Lei 8.419/92.

A legislação citada na notificação do sindicato trata da responsabilidade dos membros de um conselho de administração de atuar em benefício da empresa.

A visão do sindicato é que, caso a privatização da refinaria seja aprovada nesta quarta-feira, o colegiado pode ser acusado de agir contra os interesses da Petrobras, do ponto de vista estratégico e também financeiro.

Eles avaliam que as refinarias estatais fazem parte de uma cadeia de valor da empresa e, ao desmontá-la, a companhia deve perder dinheiro.

“Na notificação, o Sindipetro-NF lembra aos conselheiros da necessidade de cuidado em relação à decisão a ser tomada, que deve respeitar os interesses da companhia, às exigências do bem público e da função social da empresa”, afirma o Sindipetro-NF, em comunicado.

Participe do Treinamento gratuito Scalper Pro e entenda como extrair lucro e controlar riscos na Bolsa em operações que duram minutos ou segundos! Inscreva-se aqui.