Samsung incorporará tecnologia de IA generativa do Google em smartphones S24

Aparelho utilizara tecnologia Gemini Nano, modelo de linguagem mais avançado do Google

Reuters

Publicidade

(Reuters) – A Samsung implantará a tecnologia de inteligência artificial generativa do Google em seus smartphones da série Galaxy S24, que foram apresentados nesta quarta-feira, informaram as empresas.

De acordo com o acordo plurianual, o carro-chefe da empresa sul-coreana, a série S24, usará o Gemini Nano embutido, o modelo de linguagem mais eficiente do Google, e terá acesso à tecnologia de conversão de texto em imagem Gemini Pro e Imagen 2 por meio da nuvem.

O Google está em uma disputa com a Microsoft para incorporar a inteligência artificial generativa em aplicativos e dispositivos do dia a dia, incluindo smartphones, computadores pessoais e software de produtividade, enquanto as empresas buscam novos caminhos para rentabilizar as ferramentas.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A participação de mercado dos smartphones com inteligência artificial generativa provavelmente dobrará em 2024, ante os 4% de 2023, informou a empresa de pesquisa de mercado Counterpoint Research no mês passado.

O acordo com o Google fará com que a Samsung seja uma das primeiras empresas a testar o Gemini Ultra, o maior e mais capaz modelo para grandes idiomas do gigante dos mecanismos de busca.

Os clientes podem começar a usar os recursos de resumo e classificação baseados em inteligência artificial nos aplicativos nativos da Samsung, como o Notes, o Gravador de Voz e o teclado.

Continua depois da publicidade

O modelo Imagen também ajudará os usuários a realizar tarefas complexas de edição de fotos no aplicativo Galeria dos smartphones S24, que estarão à venda no final de janeiro.

No quarto trimestre de 2023, a Samsung perdeu participação de mercado para a Apple e para as fabricantes chinesas de smartphones Xiaomi e Transsion, com as remessas globais caindo para 53 milhões de unidades, de quase 60 milhões no ano anterior, de acordo com a empresa de análise International Data Corporation.

(Reportagem de Akash Sriram, em Bengaluru)

Tópicos relacionados