Em mercados / renda-fixa

Após dia de forte queda, juros futuros voltam a subir com alta da inflação

Na véspera, principais contratos tiveram forte recuo após projeções de queda na Selic para 2013, porém, inflação hoje praticamente anulou as quedas

cifrão - gráfico - Selic - taxa de juros - percentagem
(Getty Images)

SÃO PAULO - Os principais contratos de juros futuros fecharam esta sexta-feira (7) em forte alta no mercado futuro da BM&F. Após algumas sessões de queda, refletindo queda no PIB, crescimento fraco da indústria e mais recentemente as projeções de queda na Selic, os contratos hoje refletiram o resultado da inflação e subiram forte.

Na véspera, os principais contratos com prazos após o segundo semestre de 2013 caíram forte após algumas projeções de que a Selic deva sofrer um corte de até 1 ponto percentual no próximo ano, encerrando 2013 em 6,25% ao ano. Entre os bancos que projetaram essa nova situação, destaque para o Itaú BBA e o Barclays.

Porém o resultado do IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo) de novembro praticamente anulou o movimento forte da véspera. O índice ficou em 0,60%, bem acima do esperado pelo mercado, que projetava 0,50%. No acumulado de 12 meses, o índice acelerou de 5,45% para 5,53%. Em novembro, o IPCA surpreendeu ao voltar a acelerar na margem, puxado pelos grupos de habitação, transportes e despesas pessoais.

Semana ficou marcada por forte queda
Mesmo com essa correção, os principais contratos tiveram queda no acumulado da semana: enquanto aqueles com vencimento até o final de 2013 mostraram um recuo mais leve, não passando de 0,10 ponto percentual, aqueles com prazo a partir de 2014 caíram forte, com média de 0,30 p.p., destaque para o de janeiro de 2014, que recuou 0,46 p.p. em relação a abertura de segunda-feira.

Contrato de janeiro de 2014 fechou com taxa de 7,00%
O contrato de juros de maior liquidez nesta sexta-feira, com vencimento em janeiro de 2014, registrou uma taxa de 7,00%, 0,12 ponto percentual acima do fechamento de quinta-feira.

Outros contratos que fecharam com bom volume negociado foram o com vencimento em janeiro de 2015, que registrou taxa de 7,52% e o de julho de 2013, com taxa de 7,01%. No fechamento de quinta-feira, as taxas apontadas por estes contratos eram 7,39% e 6,89%, respectivamente.

A seguir confira o fechamento das taxas dos principais contratos de juros futuros na BM&F:

Vencimento Taxa atual Taxa anter Diferença Contr Neg
 Janeiro de 2013 7,08 7,09 -0,01 28.950 
 Abril de 2013 7,05 7,01 +0,04 80.163 
 Julho de 2013 7,01 6,89 +0,12 208.570 
 Outubro de 2013 6,99 6,85 +0,14 5.795 
 Janeiro de 2014 7,00 6,88 +0,12 829.227 
 Abril de 2014 7,04 6,91 +0,13 11.695 
 Julho de 2014 7,15 7,03 +0,12 23.892 
 Outubro de 2014 7,33 7,17 +0,16 345 
 Janeiro de 2015 7,52 7,39 +0,13 219.715 
Janeiro de 2016 8,08 7,96 +0,12 45.800 
Janeiro de 2017 8,40 8,32 +0,08 160.807 

 

Contato