Em mercados / renda-fixa

Juros futuros apresentam leve queda após aceleração do IPCA-15

Índice de preços mostrou variação positiva de 0,48%, resultado maior do que o obtido no mês anterior

percentagem - taxa de juros - Selic
(Getty Images)

SÃO PAULO - No mercado futuro da BM&F, os principais contratos de DI indicam leve queda nesta quinta-feira (20), com o mercado na digerindo a divulgação do indicador de inflação no Brasil.

O índice de preços mostrou variação positiva de 0,48%, o que indica aceleração em relação ao mês anterior, quando marcou 0,39% de inflação. Em relação a setembro de 2011, quando o indicador foi de 0,53%, houve recuo de 0,05 ponto percentual.

Com isto, a variação do IPCA-E entre julho e setembro ficou positiva em 1,20%, acima da inflação de 0,90% vista no mesmo trimestre de 2011, mostra o IBGE. Nos últimos 12 meses, o índice situou-se em 5,31%, abaixo dos 12 meses anteriores, quando foi de 5,37%.

"Esperamos ligeiro movimento de abertura nos vencimentos mais curtos, condicionado a uma leitura de inflação mais pressionada na divulgação do IPCA-15 (Índice de Preço ao Consumidor Amplo)", explica em relatório a equipe de análise da Bradesco Corretora. 

Contrato de janeiro de 2014 indica taxa de 7,84%
O contrato de juros de maior liquidez nesta quinta-feira, com vencimento em janeiro de 2014, aponta uma taxa de 7,80%, 0,04 ponto percentual abaixo do fechamento de quarta-feira.

Outros contratos com bom volume negociado são o com vencimento em janeiro de 2013, que registra taxa de 7,29% e o de outubro de 2013, com taxa de 7,55%. No fechamento de quarta-feira, as taxas apontadas por estes contratos eram 7,30% e 7,59%, respectivamente.

 

Contato