Destaques corporativos

Radar: Petro e OGX caem em dia de vencimento de opções; Vale e Embraer sobem

Vale prevê 2013 menos volátil e Latam realiza aumento de capital; veja outros destaques

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Ibovespa acompanha o movimento visto na semana passada e opera com ganhos de 0,40% nesta segunda-feira (17) por volta das 13h05 (horário de Brasília), aos 59.844 pontos. O desempenho reflete o primeiro movimento real nas negociações sobre o abismo fiscal nos Estados Unidos, que começou no domingo, quando o presidente republicano da Câmara dos Deputados, John Boehner, se aproximou ligeiramente das exigências do presidente Barack Obama.

Já entre no cenário corporativo, as ações da Rossi Residencial (RSID3) e Embraer (EMBR3) avançam 4,02% e 3,37%, aos R$ 4,66 e R$ 13,20, respectivamente, figurando nas melhores posições do benchmark brasileiro. 

Um pouco atrás aparecem as ações da Cosan (CSAN3), com alta de 2,25%, aos R$ 40,97, refletindo rumores de que o acionistas controlador Rubens Ometto iria abrir mão de seu poder de voto 10 vezes maior do que os demais acionistas.

Petrobras e OGX caem em dia de vencimento de opções sobre ações
Do lado oposto figura a Petrobras (PETR3; -1,65%, R$ 20,21; PETR4; -1,53%, R$ 19,90), cujas ações representam a segunda maior participação na carteira teórica do Ibovespa e operam com forte queda nesta sessão, após desempenho positivo na semana passada.

O movimento ruim ocorre em dia de vencimento de opções sobre ações, que puxa também os papéis da OGX (OGXP3), que registravam no mesmo horário desvalorização de 1,32, aos R$ 4,49. 

Vale prevê 2013 menos volátil
Ainda entre os destaques, a Vale (VALE3; VALE5) disse prever 2013 menos volátil. Em entrevista ao Valor, o presidente-executivo da mineradora, Murilo Ferreira, comentou que espera um próximo ano menos instável, com preços do minério de ferro variando entre US$ 110 a US$ 140 a tonelada, e um ambiente de crescimento mais vigoroso da China, a taxas entre 8% e 8,5% ao ano.

As ações ordinárias da mineradora subiam 1,04%, aos R$ 41,63, enquanto as preferenciais avançavam 0,73%, aos R$ 40,04.  

Latam realiza aumento de capital
Por sua vez, a Latam (LATM11) anunciou aumentou de capital. A companhia irá emitir até 7,4 milhões de novas ações, perfazendo um valor total de US$ 73,9 milhões.

Segundo informou a empresa em comunicado, os recursos do aumento de capital serão utilizados para finalidades gerais, restaurado o caixa da companhia em um valor similar aquele desembolsado para financiar a compra das ações da TAM.

PUBLICIDADE

Ambev pagará dividendos e juros em 21 de janeiro
A Ambev (AMBV4) pagará dividendos e juros sobre capital próprio em 21 de janeiro. O pagamento será feito com base na posição acionária de 26 de dezembro para os detentores de ações negociadas na BM&FBovespa e 31 de dezembro para os que possuem papéis transacionados na bolsa de Nova York.

Os dividendos serão pagos na proporção de R$ 0,81 por ação ordinária e R$ 0,89 por preferencial, sem retenção de imposto de renda na fonte.

Pão de Açúcar rejeita migração para Novo Mercado
O conselho de administração do grupo Pão de Açúcar (PCAR4) não aprovou a migração da companhia para o Novo Mercado, nível mais alto de governança corporativa da BM&FBovespa, conforme pretendia o presidente do conselho, Abilio Diniz.

Segundo ata da reunião realizada na última sexta-feira (14), foram oito votos contrários, quatro a favor e duas abstenções.

CCR faz proposta oficial por aeroportos de Portugal
A CCR (CCRO3) informou em fato relevante que apresentou proposta oficial no processo licitatório de privatização na ANA (Aeroporto de Portugal). A proposta foi feita em conjunto com a Flughafen Zürich, a Global Infrastructure Management e o BTG Pactual Portugal Concessions.