Radar: comece o pregão sabendo as novidades do cenário corporativo

Enquanto resultado da Petrobras não sai, mercados avaliam outros desempenhos, como os de Cosan, UOL, JBS e Cyrela

SÃO PAULO – O pior parece ter ficado para trás. E tal constatação não vem de projeções ou expectativas, mas sim de estatísticas oficiais: o PIB (Produto Interno Bruto) alemão cresceu 0,7% no terceiro trimestre, o francês subiu 0,3% e o italiano, 0,6%.

É bem verdade que os analistas esperavam desempenhos ligeiramente acima dos apresentados, o que resulta em certa indefinição dos negócios nas principais bolsas européias. Mas nos EUA, os números sustentam uma trajetória positiva dos mercados futuros, favorecidos também pelo plano corporativo.

A Walt Disney reportou um crescimento de 18% no lucro do quarto trimestre de seu calendário fiscal, superando expectativas. Já na Europa, referências divergentes ditam o noticiário: a fusão entre a British Airways e a Ibéria anima, mas é de certa forma ofuscada pelo decepcionante resultado do banco francês Natixis.

PUBLICIDADE

Se as bolsas norte-americanas conseguirão sustentar ganhos a despeito da instabilidade na Europa, a agenda é quem poderá dizer. É aguardada para esta sexta-feira a divulgação de importantes indicadores econômicos referentes à balança comercial dos EUA e à confiança do consumidor.

Enquanto Petrobras não sai…
Como se não bastassem os diversos eventos lá fora, o investidor deve manter-se atento também ao noticiário doméstico, movimentado por conta da temporada de divulgação de resultados corporativos trimestrais. O grande destaque do dia fica para a Petrobras (PETR3, PETR4), cujo desempenho contábil é esperado para depois do fechamento do pregão.

Mas resultados de peso já dão a tônica desta manhã. A Cosan (CSAN3) encerrou o segundo trimestre fiscal de 2010 com um lucro líquido de R$ 173,4 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 380,7 milhões do mesmo período de 2008. Já a JBS (JBSS3) registrou uma queda de 78,2% em seu lucro líquido, que com isso ficou em R$ 151,5 milhões.

Outra empresa que não conseguiu evitar um declínio em seus ganhos foi o UOL (UOLL4), que entre julho e setembro deste ano somou um lucro líquido de R$ 20,2 milhões, 17% menor que o registrado no ano passado. Já o lucro líquido ajustado da Cetip (CTIP3) cresceu 29% ao somar R$ 28,2 milhões.

Cyrela: resultados, guidance e oferta
Um segmento a marcar presença expressiva no noticiário interno nesta sexta-feira é o imobiliário. A Cyrela (CYRE3) divulgou seus resultados trimestrais – com destaque para uma expansão de 239% seu lucro líquido – e anunciou seu guidance para 2012, ano em que espera vendas de até R$ 9,7 bilhões.

A empresa também é notícia no que concerne à sua oferta pública primária de ações ordinárias. A operação lhe rendeu uma captação de R$ 1,182 bilhão, com o preço dos papéis fixado a R$ 22,00. Como de costume, os investidores estrangeiros ficaram com a maior participação na oferta: 72,47% do total.

PUBLICIDADE

Outras imobiliárias
Outras imobiliárias também são destaque, como a Rossi (RSID3). No terceiro trimestre deste ano, a empresa contabilizou um lucro líquido de R$ 62 milhões, 73,7% superior aos R$ 36 milhões do ano passado. Já a JHSF (JHSF3) encerrou o mesmo período com ganhos de R$ 14 milhões, cifra 53% inferior à de 2008.

Por sua vez, a Trisul (TRIS3) registrou entre julho e setembro deste ano um lucro líquido de R$ 23,5 milhões e uma receita líquida de R$ 179,6 milhões, um crescimento de 90% na comparação com igual período do ano passado.

Small caps
Outras small caps completam o noticiário em torno de resultados. A Le Lis Blanc (LLIS3) reportou lucro líquido de R$ 4,3 milhões no terceiro trimestre, montante que configura uma queda de 3,7% na base de comparação anual.

Já a Anhanguera Educacional (AEDU11) reverteu prejuízo ao somar um lucro líquido de R$ 19 milhões, enquanto que sua concorrente no setor de educação, a SEB – Sistema Educacional Brasileiro – (SEBB11) divulgou um lucro líquido ajustado de R$ 23,9 milhões.

Ainda para esta manhã, são aguardados ainda outros desempenhos trimestrais, como os da Bradespar e Ideiasnet.