Previsão fraca da Intel derruba S&P 500, que encerra série de máximas recordes

Apesar de o S&P 500 e o índice de tecnologia Nasdaq terem encerrado a sessão em baixa, os três principais índices acionários dos EUA registraram sua terceira alta semanal seguida

Reuters

(Getty Images)

Publicidade

(Reuters) – O índice S&P 500 encerrou nesta sexta-feira uma série de cinco sessões de máximas recordes, com a queda da Intel após uma previsão de receita desanimadora, enquanto dados econômicos dos Estados Unidos mostraram uma moderação da inflação.

Apesar de o S&P 500 e o índice de tecnologia Nasdaq terem encerrado a sessão em baixa, os três principais índices acionários registraram sua terceira alta semanal consecutiva e seu 12º avanço semanal em 13.

Um relatório do Departamento de Comércio dos EUA mostrou que o índice PCE — o indicador preferido do Federal Reserve para a inflação — aumentou moderadamente em dezembro. Isso manteve a alta anual da inflação abaixo de 3% pelo terceiro mês consecutivo e reforçou a hipótese de cortes na taxa de juros este ano.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Na quinta-feira, dados mostraram uma forte leitura do crescimento econômico dos EUA no quarto trimestre.

A Intel caiu 11,9%, atingindo seu patamar mais baixo em seis semanas, depois de ter apresentado uma previsão de receita que não correspondeu às estimativas, conforme tenta recuperar o atraso na corrida da inteligência artificial (IA) e, ao mesmo tempo, lida com um mercado fraco de computadores.

O índice Philadelphia de semicondutores caiu 2,9%, no segundo dia de queda após fechar em patamar de alta recorde na quarta-feira.

Continua depois da publicidade

O Dow Jones subiu 0,16%, para 38.109,43 pontos. O S&P 500 teve variação negativa de 0,07%, para 4.890,97 pontos. O Nasdaq caiu 0,36%, para 15.455,36 pontos.

Na semana, o S&P 500 subiu 1,06%, o Dow Jones ganhou 0,65% e o Nasdaq avançou 0,94%.

Nas últimas sessões, o S&P 500 voltou a registrar máximas recordes pela primeira vez em dois anos, ampliando uma tendência de alta impulsionada pelo otimismo em relação à economia norte-americana e a juros mais baixos, além de apostas em IA.