Porto (PSSA3) cria empresa de serviços para crescer ‘fora do aquário’

Nova empresa foi criada a partir de uma cisão dos negócios da seguradora

Estadão Conteúdo

Sede da Porto (PSSA3), antiga Porto Seguro, no centro de São Paulo (Foto: Divulgação)

Publicidade

As três “empresas” dentro da Porto (ex-Porto Seguro) ganharam a companhia de uma quarta neste fim de ano. A Porto Serviço, especializada na prestação de assistências variadas aos consumidores, nasce com mil funcionários, 13 mil prestadores de serviços e deve buscar negócios fora do universo do grupo. Nos nove primeiros meses do ano, a empresa faturou cerca de R$ 1,8 bilhão.

A nova empresa foi criada a partir de uma cisão dos negócios da seguradora. As assistências começaram a ser oferecidas pela Porto junto aos seguros automotivo e residencial, e ao longo do tempo, foram ganhando importância. No mercado, tem sido comum a oferta de pacotes de assistência independentes de apólices de seguro.

“As pessoas estão sempre atarefadas, então precisam da prestação de serviços. Por outro lado, é um segmento extremamente pulverizado”, afirmou ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) o CEO da Porto Serviço, Lene Araújo.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Além da seguradora e da empresa de serviços, o grupo tem um banco digital, o Porto Bank, e uma operadora de saúde, a Porto Saúde.

Os produtos são distribuídos em três modelos: serviços direto ao consumidor, para empresas e para o consumidor por meio de acordos com outras empresas. O maior cliente hoje é a própria Porto Seguro, mas a ideia é conquistar mais clientes externos nos próximos anos.

Mesmo antes de ser oficialmente lançada, a Porto Serviço foi às compras. A companhia adquiriu a CDF, que oferece serviços de assistência por canais digitais, e mais recentemente, a Unigás, que atende a cerca de 90 mil clientes na região de Campinas (SP) com instalação e manutenção de sistemas de gás natural e liquefeito.

Continua depois da publicidade

“Temos uma agenda forte de aquisições e parcerias futuras, em que queremos trabalhar e investir”, disse Araújo.

Combinações

Além de ganhar tração fora da base de clientes da Porto, a nova companhia deve colocar no mercado produtos de recorrência. São pacotes de assistência nos quais o cliente paga para que a empresa faça a manutenção de eletrodomésticos ou outros produtos de forma periódica, ao invés de essa manutenção só acontecer quando o cliente pede.

Segundo Araújo, a Porto Serviço focará nos segmentos de mobilidade, residencial e serviços do cotidiano, como assistência técnica para eletrônicos.

Para além da aposta na venda direta e via outras empresas, a companhia compartilha a alavanca do restante do grupo: os corretores, que somam mais de 30 mil.

Segundo a Porto, esses profissionais podem vender mais do que seguros, e os serviços de assistência podem entrar nesse pacote.

Tópicos relacionados