Os Antifrágeis

Por que professores de finanças e alunos nota 10 não duram muito tempo na bolsa

Programa Os Antifrágeis debate sobre a "falácia lúdica" e como as realidades simuladas e a vida real são diferentes

SÃO PAULO – Esta semana, em “Os Antifrágeis”, os apresentadores Luiz Fernando Roxo e Richard Rytenband mostram por que o grande professor de finanças não dura muito no mercado.

A dupla explica que é comum as pessoas confundirem as situação “simuladas” com a vida real. Nesta linha, há o conceito da “falácia lúdica”, que fala exatamente da crença de que a aleatoriedade estruturada encontrada nos jogos se parece com a aleatoriedade não-estruturada encontrada na vida.

PUBLICIDADE

Um bom exemplo disso é o cassino, onde se conhecem as regras e é possível calcular suas probabilidades. Não se trata de incerteza. Diferente do “mundo real”, em que não é possível saber as probabilidades e as incertezas não são definidas.

Ainda na mesma linha, Roxo e Richard falam de por que os “alunos nota 10” não se destacam do mundo. Neste mesmo raciocínio, eles mostram, por exemplo, que em um teste de QI essa pessoa irá chamar atenção, mas que quando sai do ambiente controlado e passa para as incertezas do mundo, as coisas são diferentes.

Vale lembrar que a dupla de apresentadores também está lançando o curso “Investimentos Antifrágeis”, em que trabalham os conceitos de Nassim Taleb sobre a antifragilidade para sua aplicação nos investimentos. Clique aqui e garanta sua vaga.

Assista ao programa na íntegra no player acima.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos