Em mercados / politica

Privatização de 17 empresas públicas será anunciada nesta quarta, diz Guedes; veja lista

Ministro da Economia não adiantou o nome das empresas, mas disse que o governo vai acelerar ainda mais as privatizações.  

Paulo Guedes
(Isac Nóbrega/PR)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem (20) que o governo deverá anunciar, nesta quarta-feira (21), 17 empresas públicas que serão incluídas na lista de privatização até o final do ano.

Guedes não adiantou o nome das empresas, mas disse que o governo vai acelerar ainda mais as privatizações.

“As coisas estão acontecendo devagarzinho, vai uma BR Distribuidora aqui, daqui a pouco vem uma Eletrobras, uma Telebras, daqui a pouco vem também os Correios, está tudo na lista. Amanhã deve ser anunciado umas 17 empresas só para completar o ano. Ano que vem tem mais”, disse o ministro em um evento do jornal Valor Econômico, na capital paulista.

Guedes disse que o governo atingiu, em agosto, a meta de arrecadação de recursos com privatizações, de R$ 80 bilhões, estipulada para todo o ano de 2019.

“Na privatização nós vamos acelerar. E nós achamos que vamos surpreender”, disse. 

O site Poder360 traz a lista das empresas que devem ter as privatizações anunciadas. São elas: Eletrobras (ELET3;ELET6), Correios, Telebras (TELB4), Casa da Moeda, Emgea, ABGF, Serpro, Dataprev, Ceagesp, Ceasaminas, CBTU, Trensurb, Codesa, EBC, Ceitec, Lotex, Codesp.

Vale destacar que, na agenda de Guedes desta quarta, consta reunião com líderes dos partidos na Câmara dos Deputados e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (9h30); reunião semanal com o secretário especial de Assuntos Internacionais e Comércio Exterior, Marcos Troyjo (11h); a 10ª reunião do Conselho de Programas de Parcerias de Investimentos (15h) e reuniões com o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel (17h) e com o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercado, Salim Mattar (18h). 

Quer saber o que esperar da política nos próximos meses? Insira seu e-mail abaixo e receba, com exclusividade, o Barômetro do Poder - um resumo das projeções dos principais analistas políticos do país:

(Com Agência Brasil)

 

Contato