Em mercados / politica

PDT ameaça expulsar Tabata Amaral caso ela vote a favor da reforma

Presidente do partido diz que fez apelo para que a deputada não vote como tem indicado nas últimas semanas

tabata amaral
(reprodução)

SÃO PAULO - Em reunião com a bancada do PDT, o presidente do partido, Carlos Lupi, ameaçou expulsar quem votar a favor da reforma da Previdência nesta quarta-feira (10). Um dos quadros mais ilustres do partido, a deputada Tabata Amaral (PDT-SP), já declarou publicamente que é a favor da reforma. 

Tabata não é apenas um voto solitário na questão, é, na verdade, líder de um grupo dentro do PDT que defende votar a favor das mudanças na Previdência para equalizar a situação das contas públicas. 

Ao Estado de S. Paulo, Lupi afirmou que fez um apelo pelo voto da deputada. “O governo tem um poder de convencimento que a gente não tem. Nós temos as palavras e eles têm emendas. Eles têm olhos azuis e nós, negros. Então, muita gente usa a Tabata para se proteger da decisão, alguns por convicção e outros por utilidade pública.”

 

 

Contato