Em mercados / politica

Presidente que não entende que o Congresso é forte pode cair, alerta FHC pelo Twitter

Em mensagem na rede social, ex-presidente não citou nomes, mas deu recado claro a Bolsonaro: maltratar quem preside a Câmara é caminho para o desastre

Fernando Henrique Cardoso FHC
(Agência Brasil)

SÃO PAULO - Em mensagem publicada em sua página no Twitter na tarde do último domingo (24), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) fez um alerta sobre as rusgas dos últimos dias entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara Rodrigo Maia.

Ele não cita nominalmente o presidente, mas faz a análise em um movimento em que o embate entre Bolsonaro e Maia ganham destaque no noticiário. 

"Paradoxo brasileiro: os partidos são fracos, o Congresso é forte. Presidente que não entende isso não governa e pode cair; maltratar quem preside a Câmara é caminho para o desastre", escreveu FHC, para depois complementar: "precisamos de bom senso, reformas, emprego e decência. Presidente do país deve moderar não atiçar."

 

 

 

 

 

 

 

Os últimos dias foram de tensão para o mercado. Na sexta-feira, Maia avisou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que deixaria a articulação política pela reforma da Previdência. Ele sinalizou que iria fazer isso após ler mais um post do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), com fortes críticas a ele. Irritado, o deputado telefonou para Guedes e disse que, se é para ser atacado nas redes sociais por filhos e aliados de Bolsonaro, o governo não precisa de sua ajuda.

No fim de semana, Maia disse que seguiria na articulação para a Previdência, mas voltou à carga com as críticas e disse que o governo não tem projeto de País. Por outro lado, nesta manhã, em entrevista publicada pelo blog de Andréia Sadi no G1, Maia destacou que a reforma da Previdência está "acima do governo" e que vai "blindar" a proposta."Não tem a ver com governo dele, ministro, nada. É acima do governo dele, de ministros, de tudo. Vamos tocar", disse ao blog.

Invista melhor seu dinheiro: abra uma conta GRATUITA na XP.

 

 

Contato