Em mercados / politica

Neto de Lula morre de meningite aos 7 anos; ex-presidente deve pedir para ir ao enterro

Arthur era filho de Sandro Luis Lula da Silva, um dos três filhos do ex-presidente com a ex-primeira-dama Marisa Letícia

Lula e Marisa Letícia
(Ricardo Stuckert/ Instituto Lula)

SÃO PAULO - Arthur Lula da Silva, de 7 anos, neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, morreu nesta sexta-feira (1) vítima de meningite meningocócica, em São Paulo, segundo a assessoria da Rede D'Or São Luiz.

Ele deu entrada no Hospital Bartira, em Santo André, às 7h20 com "quadro instável" e faleceu às 12h11, "devido ao agravamento do quadro infeccioso de meningite meningocócica", de acordo com o hospital.

Arthur era filho de Sandro Luis Lula da Silva, um dos três filhos do ex-presidente com a ex-primeira-dama Marisa Letícia.

Lula, que está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba, deve pedir para ir ao enterro do neto, que ocorre neste sábado. A presidente do PT, Gleisi Hoffman, afirmou no Twitter que fará de tudo para que ele se despeça do neto.

"Presidente Lula perdeu seu neto hoje. Que tristeza. Arthur tinha 7 anos e foi vítima de uma meningite. Força presidente, estamos do teu lado, sinta nosso abraço e solidariedade. Faremos de tudo pra que você possa vê-lo. Força a família, aos pais Sandro e Marlene. Dia muito triste", diz o post.

Em janeiro, a morte do irmão de Lula, Vavá, gerou uma confusão por conta do pedido do ex-presidente de participar do velório. Na ocasião, a juíza responsável pela execução da pena dele, Carolina Lebbos, negou o pedido de saída de prisão.

Os advogados de Lula, então, recorreram ao TRF-4 (Tribunal Regional da 4ª Região), mas o desembargador Leandro Paulsen manteve a sentença, o que levou a defesa a tentar o pedido no STF (Supremo Tribunal Federal), que por sua vez autorizou a saída. Porém, como a decisão saiu pouco antes do enterro, o petista acabou não indo para São Paulo.

 

Tudo sobre:  Lula   Morte  

Contato