Em mercados / politica

Disputa interna no governo Bolsonaro esquenta com eleição incerta no Senado

De um lado, equipe econômica vê em Renan Calheiros melhores condições para viabilizar a agenda de reformas econômicas. Do outro, ala política aposta em Davi Alcolumbre

Onyx Lorenzoni e Paulo Guedes
(Valter Campanato/Agência Brasil)

SÃO PAULO - A despeito do discurso do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de que o Palácio do Planalto não interferiria nas eleições para as presidências das casas legislativas, a disputa mais acirrada desde a democratização pelo comando do Senado Federal tem alimentado uma queda de braço dentro do governo.

De um lado, a equipe econômica vê em Renan Calheiros (MDB-AL) melhores condições para viabilizar reformas econômicas estruturais. Do outro, a ala política aposta em Davi Alcolumbre (DEM-AP), por entender maior convergência com a agenda do governo – além de ser correligionário do ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil).

Conforme pontua reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, a equipe econômica vê no desfecho do confronto no Senado a oportunidade de isolar Onyx, e abrir um canal direto de negociação com líderes do Congresso.

Nos bastidores, interlocutores do ministro Paulo Guedes (Economia) não escondem a preferência por Calheiros. A postura também enfrenta resistência no grupo do ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), que trata a possível vitória do emedebista como um obstáculo para o avanço de uma pauta de medidas de combate à corrupção.

Embora negasse sua candidatura até a última hora, Renan Calheiros derrotou ontem a senadora Simone Tebet (MDB-MS) internamente na bancada, por 7 votos a 5, e será o representante emedebista na disputa. Logo depois, ele recebeu os cumprimentos de Bolsonaro por telefone – o presidente tentou justificar dizendo que se tratou de um "contato diplomático", também feito com outros candidatos.

Enquanto auxiliares de Guedes avaliam que Alcolumbre pode enfrentar mais obstáculos para compor uma base de apoio para a reforma da Previdência, aliados de Onyx acreditam que o senador do DEM ganhou força e tem chances de vencer a disputa, caso o voto seja aberto.

Seja sócio das maiores empresas da bolsa com TAXA ZERO de corretagem! Clique aqui e abra uma conta na Clear!

 

Contato