Em mercados / politica

Jucá diz que discussões sobre possíveis repasses da cessão onerosa não evoluíram

"Não evoluiu a construção técnica sobre possíveis repasses aos Estados e municípios, o que complica a votação", disse

Romero Jucá
(Luis Macedo / Câmara dos Deputados )

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (MDB-RR), afirmou nesta segunda-feira, 10, via Twitter que não houve evolução nas discussões referentes à cessão onerosa.

"Não evoluiu a construção técnica sobre possíveis repasses aos Estados e municípios, o que complica a votação", escreveu, ressaltando que quem vai decidir se a matéria será votada ou não no Plenário é o presidente da Casa, senador Eunício Oliveira (MDB-CE).

Como adiantou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, na semana passada, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiram interromper as negociações e acordaram deixar o tema para ser discutido novamente em 2019. Ainda assim, Eunício tentava encontrar um entendimento em relação ao assunto.

O impasse acontece devido à pressão de governadores para que parte do bônus da cessão onerosa seja partilhada com Estados e municípios. Pela proposta deles, isso seria feito por meio de Medida Provisória sobre o assunto, para complementar o projeto. O problema é que a equipe econômica afirma que o repasse dessa verba é inviabilizado pela regra do teto de gastos.

Orçamento

Jucá destacou também no Twitter que a ideia é votar o relatório geral do Orçamento nesta semana, se houver acordo de líderes.

"Aí votaremos na CMO e no plenário. Há chance de ser votado ainda esta semana mesmo que o relator tenha um prazo para apresentar o documento final até sexta", escreveu o líder do governo.

Quer investir com corretagem ZERO na Bolsa? Clique aqui e abra agora sua conta na Clear!

 

Contato