EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / politica

Em meio a elogios de FHC, candidatura de Huck é dada como certa pelo governo - e Globo não esconde descontentamento

Expectativa é de que Luciano Huck não saia candidato, mas há quem aposte na candidatura do apresentador global

Faustão, Angélica e Luciano Huck
(Reprodução/TV Globo)

SÃO PAULO - As movimentações sobre se o apresentador de TV Luciano Huck seguem sendo destaque no noticiário, ainda mais após as últimas declarações do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso. Ontem, o ex-presidente  que Huck "sempre foi muito próximo ao PSDB, o estilo dele é pessedebista, é um bom cara". Contudo, ponderou.  "Não sei se seria político", reiterando: "meu candidato é Geraldo Alckmin".

Conforme aponta o jornal Valor Econômico desta sexta-feira, os elogios de FHC a Huck provocam apreensão no PSDB, que teme pela desestabilização dos palanques regionais tucanos, que devem ser configurados em torno da candidatura do governador Geraldo Alckmin, que ainda não empolgou nas pesquisas. FHC foi procurado na tarde de ontem por dirigentes tucanos que tentam entender se o ex-presidente trabalha para viabilizar o nome do apresentador. Já segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, Fernando Henrique Cardoso telefonou para Alckmin para minimizar o desconforto causado por suas falas.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta

A expectativa é de que Huck tome uma decisão depois do Carnaval. Segundo o Valor, apesar de ainda não ter se decidido, a tendência é que se ausente do processo eleitoral, decisão já manifestada em novembro, quando escreveu um artigo neste sentido.

Contudo, aponta a Folha, auxiliares do presidente Michel Temer dão a candidatura de Huck ao Planalto como certa –só há dúvidas sobre o partido escolhido enquanto que, entre os tucanos, aliados de Alckmin dizem não acreditar que o novato tenha a couraça grossa o suficiente para encarar a luta. Já nos bastidores do PPS, sigla que negocia com o apresentador, aposta-se em uma filiação no dia 7 de abril.

A Globo, por sua vez, quer dar fim ao impasse. Avisou que se Huck escolher a política, sua esposa , Angélica, também terá que sair do ar. A emissora têm feito questão de demonstrar descontentamento com a situação, com executivos da emissora narrando ter deixado claro a Huck que não querem ser arrastados para o debate eleitoral.

Contato